30 de abr de 2012

Música do Dia


Pára de chorar
E dizer que nunca mais vais ser feliz
Não há ninguém a conspirar
Para fazer destinos
Negros de raiz
Pára de chorar
Não ligues a quem diz
Que há nos astros o poder
De marcar alguém
Só por prazer
Por isso pára de chorar
Carrega no batom
Abusa do verniz
Põe os pontos nos Is
Nem Deus tem o dom
De escolher quem vai ser feliz
Pára de sorrir
E exibir a tua felicidade
Só por leviandade
Se pode sorrir assim
Num estado de graça
Que até ofende quem passa
Como se não haja queda
No Universo
E a vida seja moeda
Sem reverso
Por isso pára de sorrir
Não abuses dessa hora
Ela pode atrair
O ciúme e a inveja
Tu não perdes pela demora
E a seguir tudo se evapora

"Uma imagem vale mais que mil palavras" ;)

O BOM INVERNO

"Quando o narrador, um escritor prematuramente frustrado e hipocondríaco, viaja até Budapeste para um encontro literário, está longe de imaginar até onde a literatura o pode levar. Coxo, portador de uma bengala, e planeando uma viagem rápida e sem contratempos, acaba por conhecer Vincenzo Gentile, um escritor italiano mais jovem, mais enérgico, e muito pouco sensato, que o convence a ir da Hungria até Itália, onde um famoso produtor de cinema tem uma casa de província no meio de um bosque, escondida de olhares curiosos, e onde passa a temporada de Verão à qual chama, enigmaticamente, de O Bom Inverno. O produtor, Don Metzger, tem duas obsessões: cinema e balões de ar quente. Entre personagens inusitadas, estranhos acontecimentos, e um corpo que o atraiçoa constantemente, o narrador apercebe-se que em casa de Metzger as coisas não são bem o que parecem. Depois de uma noite agitada, aquilo que podia parecer uma comédia transforma-se em tragédia: Metzger é encontrado morto no seu próprio lago.
Porém, cada um dos doze presentes tem uma versão diferente dos acontecimentos. Andrés Bosco, um catalão enorme e ameaçador, que constrói os balões de ar quente de Metzger, toma nas suas mãos a tarefa de descobrir o culpado e isola os presentes na casa do bosque. Assustadas, frágeis, e egoístas, as personagens começam a desabar, atraiçoando-se e acusando-se mutuamente, sob a influência do carismático e perigoso Bosco, que desaparece para o interior do bosque, dando início a um cerco. E, um a um, os protagonistas vão ser confrontados com os seus piores medos, num pesadelo assassino que parece só poder terminar quando não sobrar ninguém para contar a história." 

Há já algum tempo que li este livro. E gostei muito. Apesar de estar fora do meu estilo predileto (que é a literatura fantástica), conseguiu cativar-me, aliás, como todos os livros de João Tordo. É um trama fascinante, que nos prende da primeira à última página. Uma história um quanto dramática mas com a sua dose de "comédia". Personagens caricatas e misteriosas, cada qual com a sua história. E o final, esse é fantástico e inesperado...

29 de abr de 2012

Certeza

Tenho-me dado conta de com tudo é passageiro e como nada é garantido, hoje, mais do que nunca apercebi-me de que é preciso ser forte por alguma coisa, por alguém e nesta volta do pensamento notei a vontade de pertencer que me enche, a vontade de me sentir integrado em algo igual, em algo sólido e concreto onde me possa sentir...protegido. Não é o que todos querem? Pertencer? 
Admito, tenho mais do que vontade, necessidade de me sentir encontrado. De me sentir certo; de tomar uma decisão e que ela se personifique num resultado que eu já esperava. É isso, tenho medo do imprevisível, do que não consigo vislumbrar, adivinhar, prever. Questiono-me sem dúvida se devo mostrar os meus pontos mais fracos, se devo mostrar-me vulnerável e não chego a conclusão. Nisto, acho que na verdade por vezes sinto-me sozinho, sinto-me longe e abandonado. Tenho ganas de ver as caras antigas, aquelas que eu conheça, e os sorrisos que antes me faziam sorrir a mim e como sorria... Esta coisa desesperada chamada de inconstância me atormenta e fico estático a desejar conhecer mais, mais alto, melhor!
Casa...esta palavra dá-me uma vontade sarcástica de rir, e penso afinal, casa é onde o coração se guarda, onde o coração está. Onde não está magoado, onde está feliz.

Se ainda não tiveste a oportunidade de ir ao arraial em Barcelos.. ai cruzes, não percas esta oportunidade!
Para além da típica festa das cruzes, há prolongamento da mesma com música até ás 6h da manhã com muita diversão.
Esperamos por ti ;)
«Acorda amiga, mulher precisa de homem, e homem precisa de mulher. Meninos só precisam de uma mãe e um playstation.»

28 de abr de 2012

Pensamento do Dia

"Esperar é doloroso. Esquecer é doloroso. Mas não saber o que fazer é o pior tipo de sofrimento" 


Paulo Coelho

Soja à bolonhesa:

Acho que nunca puseram aqui comidas vegetarianas, por isso vamos lá todos experimentar.Experimentem a soja é um ingrediente acessível, podem encontar no Continente uma saca de 400g. por apenas 1.49€.

Ingredientes:
 Soja (grossa) q.b.
Especiarias (pimenta, orégãos, pimentão doce...)
Cebola;
 Vinho branco
Azeite; Sal q.b.; Molho de tomate
Preparação:
Deixar a soja amolecer durante cerca de meia hora em água quente ou uma hora em água normal (quanto mais tempo estiver dentro de água, melhor). A água deverá ser temperada com um bocadinho de sal e  as várias especiarias.
Estalar a cebola com o azeite numa frigideira. Colocar a soja já amolecida e acrescentar molho de tomate.
Quando levantar fervura, junta-se o vinho branco. Ir mexendo sempre.
Sempre que o molho estiver a desaparecer na frigideira da soja, acrescenta bocadinhos pequenos de água e vá provando. Caso sinta que precisa de um bocadinho mais de vinho pode acrescentar, mas tenha cuidado para não ficar demasiado ácido. O molho deve ficar envolvido, não deve ficar seco nem demasiado líquido (no caso de ter ficado líquido demais, podes juntar um bocadinho de Maizena para molhos para ajudar a engrossar).
Quando a soja e o molho estiverem bem cozinhados, polvilhar com um bocadinho de açúcar - para quebrar a acidez do tomate - e mexer bem.
Ps: Sim, ficava mais bonito com massa esparguete mas não me apeteceu fazer massa, mas pronto fica ao vosso critério. Bijuhs e Bom Apetite

Tarte de nata gigante

A pedido de muitas famílias, aqui está a tarte de ontem :)

Ingredientes:

4 gemas de ovo;
2 colheres de sopa de açúcar baunilhado;
5 colheres de sopa de açúcar;
2 colheres de sopa de farinha maizena;
400 ml de leite;
Uma embalagem de massa folhada estendida de compra.

Preparação:
Junte as gemas e o açúcar numa panela. Adicione o leite, lentamente e mexendo sempre até que os ovos e o açúcar fiquem incorporados no leite.
Junte a farinha maizena e leve ao lume até engrossar, lembrando que deve mexer sempre pois pode torrar.
Quando se formar um preparado consistente e nem muito liquido nem muito grosso (mediano), retire do lume.
Estenda a massa folhada numa tarteira (tem de ser daquelas que saia o fundo) e pique-a com um garfo. Depois é só verter o preparado para a tarteira e espalhar para que fique uniforme.
Seguidamente é só levar ao forno para que a massa folhada coza e fique com aquele aspecto de nata.

Bom apetite ;)

Palavra do Dia

Crasso: grosseiro; rude; denso.

27 de abr de 2012

Trailer- The Hunger Games: Os Jogos da Fome

Ambientada nas ruínas futuristas da América do Norte, actualmente dividida em doze distritos. Katniss (Jennifer Lawrence) é uma adolescente que substitui a sua irmã, Primrose (Willow Shields), nos Hunger Games, um concurso violento e mortal onde doze adolescentes de doze distritos lutam pela sobrevivência.
Já se encontra nos cinemas e para quem não quiser ver o filme também pode ler os livros da saga.

"O mais corrosivo de todos os ácidos é o silêncio." 
Andreas Frangias

Música do Dia

26 de abr de 2012

Brigadeiros de Chocolate

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado cozido 
  • 250g de chocolate de culinária  
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 0,3 dl de óleo de manteiga 

Decoração: 
  • confettis multicoloridos em missanga redondas ou estrelas 

Preparação:
  1. Leve ao lume brando o leite condensado, o chocolate e a manteiga, mexendo sempre. Quando estiverem bem envolvidos e atingirem o ponto estrada ( ao passar a colher no fundo de tacho, deverá ficar um rasto) desligue e deixe arrefecer muito bem 
  2. Com as pontas dos dedos humedecidas em óleo faça bolinhas uniformes
  3. Decore os brigadeiros na totalidade com os confettis multicoloridos que desejar e coloque em forminhas de papel 






24 de abr de 2012

Trailer- Magic Mike

Meninas quando virem o trailer não fiquem derretidas porque o Channing is mine! A história de um striper que tem dinheiro, fans mas que quer mais algo...

 Estreia dia 5 de Julho em Portugal

23 de abr de 2012

"Todas Las Muñecas Son Carnívoras"

O título do livro que vos apresento é digno de cerimónia: Todas As Bonecas São Carnívoras; já algum tempo vos tinha pensado falar deste livro que andei a ler, mas decidi, por egoísmo, acabar de lê-lo para finalmente falar dele. É da autoria da espanhola Ángela Vallvey, jornalista e escritora.
Este livro fez-me rir até me cair o maxilar. E tudo se desenvolve à volta da vida de uma terapeuta/psiquiatra que recebe cartas, no mínimo desesperadas, das suas muitas leitoras, umas anónimas outras evidentes...Interessante saber com tanto sentido de humor as mulheres passam as sua vida (atenção, estou a generalizar ahahah).
Bem, um livro que recomendo com toda a certeza, mas para vos deixar com água na boca, vou-vos deixar uma das mensagens de uma das "desesperadas" leitoras.




------------------------------------------------------------------
Consultório da Doutora La Roja
Manual de anti-ajuda
"Olá, doutora La Roja,
Tenho 34 anos, e mesmo que lhe pareça estranho, sou virgem. Desejo deixar de sê-lo, mas todos os homens de que eu gosto estão comprometidos ou então não se decidem..., embora tenha a certeza de que todos eles gostam de mim. Que posso fazer?
Escorpiona "


Se Portugal tivesse mar...

"Os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE) demonstram que o Pingo Doce (da Jerónimo Martins) e o Modelo Continente (do grupo Sonae) estão entre os maiores importadores portugueses."

Porque é que estes dados não me causam admiração? Talvez porque, esta semana, tive a oportunidade de verificar que a zona de frescos dos supermercados parece uns jogos sem fronteiras de pescado e marisco.
Uma ONU do ultra-congelado. Eu explico.
Por alto, vi: camarão do Equador, burrié da Irlanda, perca egípcia,sapateira de Madagáscar, polvo marroquino, berbigão das Fidji, abrótea do Haiti... Uma pessoa chega a sentir vergonha por haver marisco mais viajado que nós. Eu não tenho vontade de comer uma abrótea que veio do Haiti ou um berbigão que veio das exóticas Fidji. Para mim, tudo o que fica a mais de 2.000 quilómetros de casa é exótico. Eu sou curioso, tenho vontade de falar com o berbigão, tenho curiosidade de saber como é que é o país dele, se a água é quente, se tem irmãs, etc.
Vamos lá ver. Uma pessoa vai ao supermercado comprar duas cabeças de pescada, não tem de sentir que não conhece o mundo. Não é saudável ter inveja de uma gamba. Uma dona de casa vai fazer compras e fica a chorar junto do linguado de Cuba, porque se lembra que foi tão feliz
na lua-de-mel em Havana e agora já nem a Badajoz vai. Não se faz. E é desagradável constatar que o tamboril (da Escócia) fez mais quilómetros para ali chegar que os que vamos fazer durante todo o ano.
Há quem acabe por levar peixe-espada do Quénia só para ter alguém interessante e viajado lá em casa. Eu vi perca egípcia em Telheiras...fica estranho. Perca egípcia soa a Hercule Poirot e Morte no Nilo. A minha mãe olha para uma perca egípcia e esquece que está num supermercado e imagina-se no Museu do Cairo e esquece-se das compras.
Fica ali a sonhar, no gelo, capaz de se constipar.
Deixei para o fim o polvo marroquino. É complicado pedir polvo marroquino, assim às claras. Eu não consigo perguntar: "tem polvo marroquino?", sem olhar à volta a ver se vem lá polícia. "Queria quinhentos de polvo marroquino" - tem de ser dito em voz mais baixa e rouca. Acabei por optar por robalo de Chernobyl para o almoço. Não há nada como umas coxinhas de robalo de Chernobyl.
Eu, às vezes penso: o que não poupávamos se Portugal tivesse mar.

João Quadros

22 de abr de 2012

Saudade

Se algum dia senti saudade, foi este. Agora sei que quem fala de saudade, fala de uma sensação que percorre o corpo, que consome, que faz gritar, chorar e, por vezes, sorrir sem razao. A sensação de fim está sempre presente e ela atormenta-me, mesmo que não queira lembrar, ela volta sem aviso, sem compaixão, e é fria, egoísta e não se preocupa com mais do que com destruir todos os progressos que tinha feito até aquele dia. Mas sendo teimosa, como sou, volto sempre a reconstruir os sonhos e todos os planos e apesar de ser difícil, levanto a cabeça e espero algo melhor, tanto para mim como para quem amo. Mas desta vez não o fiz.

Até hoje só conheço dois tipos de saudade e por ironia, ou apenas destino, apareceram os dois neste dia. Sei que um é a morte física. O outro não consigo expressar, sei que é fruto da ingratidão, e por muito que a cabeça não queira, o Coração não se prende e fica aquele buraco dentro de mim, que nem o chocolate cura. Depois há aqueles que partem e que sempre estiveram la, como anjos, mas a vida é mesmo assim, e rouba-nos todos aqueles que mais amamos, mesmo sabendo tudo o que ficou por dizer, e ficou tanto..

Mas, agora que penso, quem sou eu para falar de saudade se só a senti uma vez de verdade? Saudades fúteis sinto vezes a mais, acho que todos sentimos. Saudades do cheiro a chocolate quente, do sol a bater na cara, ou até daquele dia em que o meu cabelo estava realmente perfeito, e que superficial que tudo isto é.

As saudades são assim, com diferentes graus, perspectivas e os seus efeitos variam em cada um de nós, mas não deixam, em nenhum caso, de ser a falta de algo de que gostamos, mas algo que perdemos.

Ah! Com tudo isto, esqueci-me de Te dizer.. aquele foi realmente o dia em que senti Saudade, mas é engraçado, não pensei que nunca fosse desaparecer. Sinto a Tua falta.

Música do Dia

21 de abr de 2012

Pensamento do Dia

Para bom entendedor, meia palavra basta.

Provérbio popular

Palavra do Dia

Denodo: atrevimento; determinação; coragem; audácia; bravura.

Sinceramente, apercebo-me que mudei. Deixei de dissecar tudo o que passa à minha volta. A escrita obrigava-me a fazer isso mesmo: analisar, comparar, afastar todas as partes das minhas relações, espremer tudo ao máximo e o que ficava parecia-me sempre pouco. É esse o outro lado da escrita: torna-nos eternos insatisfeitos, faz-nos viver histórias, criar histórias, conhecer histórias. E depois tudo o que temos parece-nos pouco face ao que já lemos, ao que achamos conhecer. 
Ainda há meses era uma pessoa muito revoltada e demasiado exigente: queria sempre mais, e ninguém se mostrava disposto a dar-me tudo o que pedia. Mas parei e percebi que o problema era o facto de estereotipar o que queria e o que não queria, acabando por nunca aproveitar as essências.
Hoje, hoje tenho comigo as mesmas pessoas. Menos pessoas, talvez. Mas a verdade é que estou bem e sinto-me cada vez mais rica, com sorrisos verdadeiros e abraços bons de sentir. Tudo porque deixei as teorias e o comum, e me atrevi a viver, sem quaisquer protecções. E quando cair, se cair, vou levantar-me e mostrar a mim própria que valeu a pena.
Mariana Pereira

18 de abr de 2012

«Irónico não é, a pessoa que te faz forte é a tua maior fraqueza!»

16 de abr de 2012

Cada um ao descoberto


É difícil chegar e dizer: não gosto de isto, desta atitude, não gosto....não gosto desta mudança porque não sei o que fiz para as coisas mudarem; não gosto de perder o controlo, a vista das pessoas, das situações. Odeio especialmente quando as pessoas são simplesmente indiferentes ou se esquecem de coisas básicas como a lealdade. Esperem aí, a dificuldade não está em chegar a esse facto...a dificuldade está nas pessoas e na sua falta de aceitação das opiniões e dos sentimentos.
A indiferença é uma coisa que me chateia; a mesma cara, o mesmo olhar! Por amor de Deus mudem o canal que já me cansei do mesmo! Depois temos isto: "as pessoas só dão valor às coisas quando as perdem", então toca lá a perder tudo de uma vez e quero ver o valor e as pessoas a voltarem, com as desculpas, com os não sei quês, vamos lá ver se estão seguras de si mesmas. O engraçado está em que algumas pessoas nem chegam a esse ponto - "deixa o tempo passar que as pessoas esquecem" - não se esquece não.
Ouçam lá, não há mais volta atrás - está na hora de aguentar e se não aceitam o que eu digo pois então toca falar para o ar para ver se as palavras chegam aos ouvidos certos.

15 de abr de 2012

"Amar é..."


Este video merece a vossa atenção. Despertou a minha.

Enterro da Gata 2012


O enterro da Gata é uma festa académica organizada pela Associação Académica da Universidade do Minho (em Braga) e este ano decorrerá do dia 11 ao dia 18 de Maio. 
O local do enterro da Gata 2012 será no local habitual, no Estádio Municipal de Braga.
Como tenho deixado aqui os artistas confirmados para as festas académicas deste ano, é agora a vez de deixar quanto ao enterro da Gata.
Os artistas confirmados são os seguintes:

11 de Maio - José Cid
12 de Maio - Xutos & Pontapés
13 de Maio- The Hives, CAUM
14 de Maio- (a confirmar)
15 de Maio- Armandinho
16 de Maio- Emanuel
17 de Maio- (a confirmar)
18 de Maio - Aurea, Booka Shade 
(O cartaz, tal como todos os outros, podem ainda sofrer alterações).

Sem palavras....

14 de abr de 2012

Palavra do Dia

Admoestado: censurado; repreendido; castigado; ralhado; arguido.
"Ás vezes acreditar nas coisas não as tornam possíveis, só te prendem numa história sem futuro. Hoje, pra conjugar o verbo acreditar na primeira pessoa do singular, tem que valer muito a pena e ser por mim, por mais ninguém."
Lava bem a boca antes de cuspires no prato que já te deu de comer. Quem sabe, um dia, não voltes a comer desse prato como se nada fosse e só te apercebas das porcarias que fazes nessa altura. Too late.
Hoje a música é de apoio ao clube da nossa cidade, o Gil Vicente!

A imaginação é o começo da criação; nós imaginamos o que desejamos, somos o que imaginamos, e criamos o que somos.
Autor desconhecido

Queima do Porto

Como tenho andado a falar sobre noites de festa e como anteriormente postei sobre o cartaz da queima de Coimbra, agora será sobre a queima do Porto.
A queima do porto decorrerá de 6 a 12 de Maio no Parque da Cidade. 
O cartaz ainda não se encontra completo, no entanto aqui ficam os artistas já confirmados:
Dia 6- Boss Ac
           Basic Black

Dia 7- Rui Veloso
Dia 8- Quim Barreiros
Dia 9- (A confirmar)
Dia 10- Xutos & Pontapés 
Dia 11- Steve Aoki
Dia 12- Buraka Som Sistema.
(O cartaz pode sofrer alterações). 

13 de abr de 2012

Dia do Beijo!


Durante um beijo, não pensamos que ele liberta endorfinas, que combate depressões, que diminui o stress e que queima calorias mas é o acto mais praticado em todo mundo, assim, hoje dia 13 de Abril, comemora-se o Dia Internacional do Beijo!

Você diz que não precisa
Viver sonhando tanto
Que vivo a fazer
Demais, por você

Diz que não precisa
A cada vez que canto
Uma canção a mais, pra você

Mas tem que ser assim
Pra ser de coração
Não diga não precisa
Ah Ah Ahh
Tem que ser assim
É seu meu coração
Não diga não precisa
Ah Ah Ahh

Eu já sonhei com a vida
Agora vivo um sonho
Mas viver ou sonhar
Com você, tanto faz

Não diga não precisa
Eu digo que é preciso
A gente se amar demais
Nada a mais

Mas tem que ser assim
Pra ser de coração
Não diga não precisa
Ah Ah Ahh
Tem que ser assim
É seu meu coração
Não diga não precisa
Ah Ah Ahh

Palavra do Dia

Anfractuosidade: curvatura; volta; desigualdade; irregularidade.

Pensamento do Dia

«Todos temos luz e escuridão dentro de nós. O que importa é o caminho pelo qual escolhemos actuar - é essa a pessoa que verdadeiramente somos.»


Gary Oldman as Sirius Black in Harry Potter e a Ordem de Fénix

12 de abr de 2012

Bolo de noz

Ingredientes
6 ovos;
250g de nozes moídas;
250g de açúcar;
50g de farinha;
Canela q.b.

Preparação

Bata as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado, misture a farinha com as nozes moídas e acrescente este preparado á mistura das gemas e do açúcar.
Junte a canela e envolva tudo muito bem. Por fim junte as claras batidas em castelo.
Leve ao forno por 50 minutos a 160ºC numa forma untada com manteiga.





11 de abr de 2012

Queima das Fitas


De 4 a 11 de Maio deste ano, decorrerá em Coimbra a Queima das Fitas como acontece todos os anos.
O Cartaz ainda não está totalmente completo, no entanto deixo-vos aqui os artistas já confirmados:
Dia 4 - Grupo Revelação
Dia 5 - The Hives 
Dia 9 - Steve Aoki 
Dia 11- Foster the peopel.
Mais informações brevemente. 

10 de abr de 2012

História Suja

Tanto na Idade Média, na Moderna como na Contemporânea os registos de higiene evidenciam uma despreocupação e desleixo sem medida - a inexistência de desodorizantes, escovas de dente e tanto menos, papel higiénico, são exemplos.
Não se admirem, se algum dia visitarem o Palácio de Versalhes, ao verem que esta opulenta construção não possui casas de banho - ou seja, no sentido próprio da palavra, não possui banheiras. As excreções eram todas lançadas pelas janelas e num dia normal, a cozinha do palácio preparava um banquete sem a mínima higiene em atenção.
Com certeza já viram em filmes as mulheres muito pomposas a se abanarem ou com um leque ou através de um criado...pois não pensem que seja um acto de cortesia, o facto está em que (em pleno século XVII), o mau cheiro era tanto que as mulheres se abanavam para afastar o odor. Já se perguntaram o porquê de as noivas usarem um ramo de flores? O facto está em que nesses mesmos séculos, os casamentos eram realizados todos em inícios de Junho (Verão), e o primeiro banho do ano era tomado em Maio, embora o cheiro fosse "tolerável" na hora do casamento, os ramos perfumados serviam para...exactamente afastarem o cheiro.
Facto curioso: um estudo comprovado revela que os franceses são os que menos hábitos de higiene completam...ora bem, está explicado porquê.
Acontecimentos notáveis 
Saibam que o primeiro papel higiénico foi inventado nos Estados Unidos em 1857, vindo a substituir as folhas normais ou de milho e mesmo a própria mão; Os banhos eram já utilizados muito antes pelos Romanos, mas estes caíram em desuso na Idade Média. Só a partir da segunda metade do século XVIII, o francês Merry Delabost inventou o chuveiro, ironia das ironias; A primeira retrete, mais comummente sanita, foi criada para uso privada da Rainha Isabel I, no século XVI. Só em 1884 o modelo com descarga foi inventado; A lavagem da boca já era muito antes utilizadas por egípcios e indianos através de confecções com vegetais entre outros produtos naturais; afirma-se que a primeira escova de dentes tenha sido inventada na China.

Suas Excelências muito porcas!!
Vasco da Gama (1460-1524), foi de certeza muito mal visto na Índia quando os nativos lhe pediram que falasse com a mão à frente da boca...imaginem porquê...
Napoleão Bonaparte (1769-1821), era bastante asseado, o seu calcanhar de Aquiles terão sido os odores naturais femininos. Em cartas escritas à sua mulher Josefina diz-lhe: "Estou de regresso a Paris. Não se lave".
Luís XIV (1638-1715), o majestoso rei só tomava banho por ordem médica e as suas fezes ficavam semanas nos corredores do Palácio até serem recolhidas pelos criados.
D. João VI (1767-1826), lembram-se deste não? Pois é, o pai de D. Pedro IV e de D. Miguel repudiava a água. Costumava vestir as mesmas roupas até estas estarem a desfazer-se.
Isabel de Castela (1451-1504), há relatos palacianos que afirmam que a rainha espanhola só tomou DOIS banhos em toda a sua vida

Diz-se que os nativos das Américas ficaram surpreendidos ao verem a civilização europeia ser tão...porca. Inclusive, eram muitas vezes, ao tentarem meter água no corpo, castigados severamente.
Só a partir do século XX os banhos começaram a ser mais regulares visto que até há poucos séculos atrás, a própria medicina os achava malignos para a saúde.

8 de abr de 2012

Palavras, palavras, palavras


As coisas mais enredadas são as mais vãs e
Sagradas no santuário da nossa calma.
São o descontentamento do homem que luta
Dizendo sempre palavras, palavras, palavras.

Da quietude não encontra nada, e olha que ele lá procura,
Vendo apenas uma ferida que não sara nem cura com nada 
O drama que se lhe apresenta como qual tragédia clássica
E que catástrofes enfrenta com uma coragem danada.

O herói desarmando vai lá enxotando as pedras, coitado
Ninguém lhe pega vontade de ir pra guerra.
Olhando caído e morto no campo que enfim ali jaz
Saltam lágrimas salgadas que o homem satisfaz

Com toda a dor carregada da terra que o matou
Gritando por todo o lado palavras, palavras, palavras.
Arre, que o homem persiste na morte ou na vida
Não desiste. Fica soturno e triste depois de estar acabado.

Da antiga que já se foi volta a abrir a mesma ferida
E o homem como bandido cospe o sangue vermelho e frio.
Baixando a cabeça no silêncio que se aproxima, 
Vieram as últimas palavras do homem
Foram desculpas, desculpas, desculpas.

Pensamento do Dia

"Repreende o teu amigo em segredo e elogia-o em público."

Leonardo Da Vinci

7 de abr de 2012

5 de abr de 2012

4 de abr de 2012

''As raparigas do Norte têm belezas perigosas, olhos impossíveis. Têm o ar de quem pertence a si própria. Andam de mãos nas ancas. Olham de frente. Pensam em tudo e dizem tudo o que pensam. Confiam, mas não dão confiança. Acho-as verdadeiras. Acredito nelas. Gosto da vergonha delas, da maneira como coram quando se lhes fala e da maneira como podem puxar de um estalo ou de uma panela, quando se lhes falta ao respeito. São mulheres que possuem, são mulheres que pertencem!"
Miguel Sousa Cardoso
''As palavras têm o poder de destruir e de criar. Quando as palavras são sinceras e gentis podem mudar o mundo'' - Buddha

"Espelho meu, espelho meu, haverá alguém mais belo do que eu?"

Quem não conhece esta icónica interrogação proferida pela Rainha Má do famoso conto de Branca de Neves? Pois podem dar-se por surpreendidos ao saber que não é mais do que a mesma e singular pergunta que todos nós, nos fazemos todos os dias no nosso amplo subconsciente.
Falar de beleza, ou melhor, do conceito de beleza é uma tarefa um tanto difícil de cumprir visto que, no extenso mundo da relatividade, a beleza é sem dúvida uma das questões mais relativas. Isto deve-se ao facto do conceito ser tão diferente de tempo em tempo. 
A beleza é um conceito social que está intimamente associado com a sexualidade. É sem dúvida muito comum ver pessoas lindas de morrer ligadas a publicidades de roupa interior que no nosso pensamento perverso (embora não admitamos), nos fazem imaginar mais do que aquilo que a publicidade mostra. 
Estou para aqui a falar da beleza exterior, mais fiquem a saber que a beleza física influencia enormemente a beleza interior ou vice-versa...O facto de alguém ser lindo por fora, não implica, de todo, que por dentro seja "bonito", ou feliz. A beleza em si, é um termómetro que mede a temperatura da nossa felicidade.
Estudos elaborados demonstraram que a simetria é o mais importante critério que nos leva a ser tão "selectivos" contudo, há mulheres que preferem homens com aspecto mais velho, musculados ou altos porque as fazem sentir protegidas ou para causar inveja. Existem aquelas que preferem os mais rechonchudos pois sentem algo ligado à "fofura" e aquelas que preferem homens mais inteligentes e intelectuais pois vêm neles também uma estabilidade no que toca ao futuro. A maior parte das mulheres, prefere homens com mãos e nariz grandes ou um sorriso afável e bonito. 
Nos homens, costuma ser bastante fácil: mulheres bem dotadas, com lábios carnudos e loiras. Mas existem aqueles que prefiram mulheres autoritárias, intimidativas (não tanto virados para a beleza física em si) e muitas vezes, mulheres que lhes lembram a ideia maternal são as mais preferidas pois gostam também, de sentir-se cuidados e protegidos.
Está provado que as relações com "dois borrachos" duram menos que as digamos, mais normais. Nas "normais", uma pessoa do casal, compensa a falta da outra pessoa  - chama-se equilíbrio.
Crê-se que o porquê de os homens serem tão, coibidos, ao elogiarem outro homem (para além do facto de acharem algo ligado à homossexualidade, o que em nada influencia) deve-se ao receio de afirmarem a beleza nesse outro homem que provavelmente não se acham ter - fica aqui que o elogio de um homem ao outro, é um factor de masculinidade. Já nas mulheres, elogiarem a outra, muitas vezes leva no bico algo de falsidade e de inveja, mas também se deve à razão de as mulheres serem, no geral, mais sensíveis.
A conclusão é de que hoje em dia, somos forçados a estabelecer certos padrões de beleza; somos levados a questionar a nossa própria beleza. A sociedade actual costuma ser muito má quanto aos mais "feios"- porque na realidade ninguém é totalmente bonito, nem totalmente feio. Fica à consideração de um sentimento cego denominado de amor que nos enche de hormonas direccionadas a ver beleza em tudo da outra pessoa.
Talvez o melhor lema da beleza genuína seja: "we are beautiful, no matter what they say".

Sondagem

"Se, no final do secundário, tivesses um emprego à tu espera, que farias?"


Aceitava o emprego .................................................................18%


Escolhia entrar no ensino superior................................................18%


Aceitava o emprego e fazia o Ensino Superior em regime pós-laboral....62%


Votos apurados: 16

se é que me entendem


Palavras mal usadas, citações incoerentes, erros de interpretação(...). Parem, porra, parem! Palavras todos usamos, mas a verdade é que nem todos as sabemos usar. "Pior do que qualquer um achar que pode escrever, é todos acharem que sabem ler, que podem ler, que entendem o que estão a ler." E é verdade. Facebook não é blogue, não tirem mérito às palavras. Tal como um blogue não deve ser como Facebook. Roubam-se textos, expressões, sem qualquer referência ao autor do original, sem consideração por quem parou para pensar, para reflectir e para escrever o que muitos sentem mas ninguém tem coragem de partilhar.
Parem, por favor, de tirar magia às palavras, de as usarem, de as desgastarem. 
Elas merecem mais.
{MP}

3 de abr de 2012

Palavra do Dia

Cupidez: ambição; cobiça; avareza; ganância.
Pior do que qualquer um achar que pode escrever, é todos acharem que podem ler, que sabem ler, que entendem o que estão a ler.
MP

Pensamento do Dia

"A vida é uma encosta... Enquanto subimos, olhamos para o cimo e sentimo-nos felizes; mas quando chegamos lá acima, descobrimos, de repente, que a descida é o fim, que é a morte. A coisa anda lentamente quando subimos, mas depressa quando descemos."
Guy de Maupassant

2 de abr de 2012

Gasolina vai passar a ser vendida na prateleira dos espumantes

''A notícia da falência de muitas bombas de gasolina não espanta, uma vez que o combustível deverá passar a ser vendido nas garrafeiras e supermercados, na prateleira dos espumantes. Em causa está o preço a que chegou a gasolina e que já não permite que ele jorre assim em bombas.

Ao que o Imprensa Falsa conseguiu apurar, uma garrafa de 750 ml de sem chumbo 95 deverá custar 35 euros, com a de 98 octanas a chegar aos 45.

Tal como os espumantes, estas garrafas também deverão ser consumidas especialmente na passagem de ano e em ocasiões especiais. ''

Não podes mudar quem sou, tampouco podes arranjar as fissuras do meu corpo criadas pelos terramotos da vida, mas podes estar lá, sem falar, sem mexer pois basta a tua presença para secar as lágrimas entranhadas no profundo do meu ser.
CF

1 de abr de 2012

Super Bock Super Rock

Lana del Rey actuará em Portugal no dia 6 de Julho, no Festival Super Bock Super Rock.
A 18º edição deste festival decorrerá de 5 a 7 de Julho perto da praia do Meco, em Sesimbra. 
O cartaz não se encontra completo, no entanto já se encontram confirmados artistas como: Incubus, Pete Doherty, The Horrors, Azaelia Banks e Regina Spektor. 
O cartaz só se encontrará completo no mês de Maio.