30 de jun de 2012

Música do dia de Richie Campbell devido ao óptimo concerto ontem no Sumol Summer Fest!





29 de jun de 2012

logOUT - festa final 2012 (ESB)

Aqui fica o vídeo do sarau da nossa escola para aqueles que não puderam ir, e para quem foi puder recordar.

Pensamento do Dia

"As amizades renovadas exigem mais cuidados do que aquelas que nunca foram interrompidas".

François La Rochefoucauld

26 de jun de 2012

Azurara Beach Party


A Azurara Beach Party irá realizar-se dia 25 de Agosto na praia da Azurara, em Vila do Conde.
As primeiras confirmações para esta beach party foram 2 Many Dj's e Steve Aoki.


Segundo algumas informações, o bilhete custa 17 euros e está à venta nos locais habituais.

"Nós acreditamos, porque juntos somos Portugal!"



Amanha estaremos todos a torcer pela nossa selecção! 
As estrelas vão voltar a espalhar magia ;)

24 de jun de 2012

O que os velhos têm para dizer

Eles podem parecer escuros, enrugados, pálidos há muito esquecidos, sedentos de uma qualquer vida que lhes fugiu...eles podem de facto, parecer isso tudo e muito pior mas ninguém lhes vê, por muito que se esforce, uma vontade meio escondida, meio à espreita que se desenrola com um carinho, com um passo de dança, uma abraço, uma companhia, um bom dia. Ninguém lhes vê uma sombra que ainda anda a pairar, reminiscente a uma vida de sacrifício, dor quiçá.
Dói-me saber como algumas pessoas os tratam, como se fossem um pedaço de carvão que ardeu o que tinha arder, uma memória, uma recordação antiga do que outrora foram...Eles que deram tanto, que tinham tanto para dar, que têm tanto para dizer! Agora vemo-los no umbral das portas, nas varandas decadentes das cidades mais concorridas, nas casas de pedra dos campos mais esquecidos. Vemo-los a regar as plantas, a cuidar dos animais como se fossem seus filhos, porque esses, esses há muito que os deixaram para o infortúnio daquela etapa que se chama velhice, e pior ainda, solidão.
Ninguém lhes sabe as dores que realmente sentiram, as dores que sentem. Ninguém lhes conhece os desejos, porque se calhar agora, não fazem sentido. Ninguém os chama mais pelo nome com o entusiasmo que eles uma vez souberam. Agora o país deixa-os à mercê dos tempos, ao encontrar da morte!
Mas eu ainda há pouco tive um que me disse, em tema de conversa, com uma jovialidade sobrenatural: "velho? Velhos são os trapos!!"



''Não sou uma pessoa que reze habitualmente, mas Super Homem, se você estiver aí em cima, salve-me por favor.”
Boa sorte para todos nós e que o Super Homem esteja do nosso lado a torcer :)


23 de jun de 2012

ainda sobre os exames nacionais

Texto retirado do blogue Cogumelo às Riscas, escrito pela Inês, aluna do 12º ano do curso de Ciências e Tecnologias.

«Como já disse, saí do exame a chorar. Toda a gente me consolou, a dizer que foi igual para todos, que todos fomos prejudicados, e só ao fim de algum tempo é que consegui explicar as minhas lágrimas. Não chorei propriamente porque me correu mal, mas chorei sim de frustração, de sentimento de injustiça. 
Queimei muitas pestanas, matei-me a estudar, resolvi tudo o que era exame, desde exames de 2000 a exames de 2011, li o livro de trás para a frente, escrevi folhas e folhas quadriculadas e consegui transformar o meu quarto num monte de aparas de borracha de tanto escrever e apagar, de passar tantas horas seguidas a estudar. Tudo isto porque sou uma aluna com grandes ambições, que deseja superar-se todos os dias e que queria, mais do que nunca, vingar a matemática no exame. E tinha todas as condições para isso, porque sabia a matéria toda e cada exercício que resolvia era como um exercício de 2+2. Até que as minhas ambições foram mandadas por água a baixo quando me deparei com o exame. Um exame por todos considerado difícil, puxado, "exame para 11", "exame que um aluno com média de 12 não consegue resolver". E isto porquê? Porque Portugal está em crise e o governo quer menos estudantes universitários. Então siga f**** os alunos do 12º para este ano não ingressarem tantos o ensino superior. Pois é. Mas mais uma vez, paga o justo pelo pecador. Em 2008, a U.E. quis aumentar o número de estudantes universitários e, como bem mandado que o Sr. Eng. Sócrates é, decidiu apostar nos facilitismos, para toda a gente tirar um curso e se tornarem engenheiros, tanto como ele. O problema é que desde dessa altura, criou-se um estereótipo no nosso país de que hoje em dia quem não tira um curso superior é um burro, porque hoje em dia toda a gente tira um curso. Pois é. Com média de 9,5 em algumas faculdades, qualquer burro vai para a universidade. E o problema é que os burros que entram, também saem. E são esses burros que muitas vezes passam à frente, no mercado de trabalho, àqueles que se mataram para entrar no mesmo curso, numa faculdade a sério, e se mataram para conseguirem a licenciatura. E depois claro, há maus profissionais, pois claro que há.
Pela situação do país, este ano tiveram que se tomar medidas para emendar todos os erros. Então optaram por dificultar mais ainda (sim, porque não considero o ensino secundário, principalmente o curso de ciências, assim tão fácil) a vida aos estudantes do secundário. E que tal começarem a fechar vagas nas universidades? E que tal deixarem de ser ridículos e uniformizarem as médias em todos o país (ou pelo menos impedir discrepâncias ridículas de médias entre faculdades diferentes)? É que assim, em vez de terem mil alunos a ingressar o ensino superior, só têm cem. Os cem que merecem, que se esforçam e que ambicionam realmente ir para a universidade estudar, e não aqueles que a encaram como a verdadeira vida loca. 
O que me assombra os pensamentos é a injustiça de milhares de alunos do 11º e do 12º ano este ano estarem a ser altamente prejudicados e a pagar pelos erros do governo. Os exames que realizamos definem o nosso futuro. E não nos digam que é falta de estudo, porque só eu sei aquilo que estudei. E só eu sei aquilo que sabia quando fui fazer o exame. E só eu sei o quanto me sinto frustrada e com medo de não seguir o meu sonho pela burrice e má gestão dos que me são superiores! E pior ainda, tenho noção que este sentimento é partilhado pelos milhares de jovens que frequentam o ensino secundário.
No fim disto tudo, pergunto-me: Será que vale a pena o esforço, o estudo, o trabalho? E só tiro uma conclusão disto tudo: actualmente, e num futuro bem próximo de mim, sei que mais que um bom currículo, mais que uma boa média, mais que uma boa faculdade... Uma boa cunha! E isto porque Portugal é um país sem educação. A filosofia dos portugueses é a do "Eu safei-me! Safa-te também. Se não safares, também quero que te f****!". E como os portugueses, também o governo este ano mandou os alunos do secundário safarem-se... Porque eles têm que se safar da crise, independentemente das medidas que têm que tomar. E a nossa obrigação, mais que dar tudo por tudo, estudar, ambicionar e merecer uma recompensa, é safar-nos.»

21 de jun de 2012

Rep. Checa vs Portugal às 19h45 na rtp1

Das 8 equipas apuradas para os Quartos-de Final, Portugal e a Inglaterra são as duas equipas que ainda não ganharam o Campeonato Europeu. Portugal ainda foi vice- campeão em 2004, mas a Inglaterra nem isso foi.
Vamos la Portugal acabar com essa história e vamos ser Campeões este ano.

20 de jun de 2012

O que é que isso interessa? Não sai no exame


por Daniel Oliveira

«Num país com baixos índices de escolarização e altos níveis de iliteracia, os pais tendem a confundir a preparação, a cultura e o conhecimento dos seus filhos com as notas que eles têm em exames. Este "conhecidómetro" instantâneo transformou-se no alfa e no ómega do nosso sistema educativo. Pouco interessa o que realmente se aprende na escola e qual a utilidade do que se aprende para o desenvolvimento intelectual, cultural, técnico e emocional (desculpem, "emocional" não, que é "eduquês") da criança (desculpem, "criança" não, que é "piegas") e do adolescente. A escola tem apenas uma função: preparar para os examesA.
Um pai um pouco mais exigente, que tente acompanhar os estudos do seu filho, depara-se sempre com a mesma avassaladora e pragmática resposta: "pai, isso não me interessa, não sai no teste"; "mãe, não é assim que está no livro". A nossa escola promove duas coisas: a completa ausência de sentido crítico e a capacidade de memorização. Não desprezo a segunda, muitíssimo longe disso. Mas, se não me levarem a mal, não chega.
Na escola portuguesa também se despreza cada vez mais a capacidade de desenvolver projetos, em grupo ou individualmente, promove-se pouco o desejo de ir mais longe do que é debitado nas aulas e dá-se muito pouco valor à expressão oral. Depois de centenas de exames, um aluno com excelentes notas pode acabar a escola sem saber desenvolver oralmente uma ideia e sem conseguir argumentar num debate. Porque o essencial da avaliação é feita através de provas escritas, sem consulta, e iguais para todos.
Compreende-se esta opção: é aquela que melhor serve o raciocínio do burocrata. E para o burocrata a exigência não se mede por o gosto por aprender (ui, o que eu fui escrever!) e pelo desenvolvimento de capacidades que são forçosamente diferentes, de pessoa para pessoa. O burocrata abomina, pela sua natureza, as variações que lhe estragam os gráficos.
Os testes e exames não servem para avaliar o que se aprendeu nas aulas e fora delas, as aulas é que servem para os alunos se prepararem para os testes e exames. E avaliados de uma forma que, com raríssimas exceções, nunca mais vão voltar a experimentar na sua vida. Nunca mais, em toda a minha vida, me tive de sentar numa secretária e despejar por escrito o que, como a esmagadora maioria dos alunos, tinha decorado uns dias antes.
O ministro Nuno Crato passa por um reformador. Porque alguém meteu na cabeça das pessoas que há uma qualquer relação entre a "escola moderna" (um movimento pedagógico considerado libertário) e as práticas e teorias em vigor nas escolas públicas e no Ministério da Educação. Na realidade, a escola sonhada por Nuno Crato é muito próxima da escola que realmente temos. Ele apenas decidiu agravar todos os seus vícios: a "examinite" aguda, o domínio absoluto do que a gíria estudantil chama de "encornanço" e o predomínio burocrático da avaliação como princípio e fim das funções do ensino. Lamentavelmente, como poderemos ver comparando o nosso sistema educativo com os melhores da Europa - o finlandês, por exemplo, que tem os melhores resultados no mundo apenas tem, que eu saiba, um exame no fim do ensino secundário -, este sistema não prepara profissionais competentes, pessoas interessadas e cidadãos conscientes. Este sistema burocrático, pensado por burocratas, apenas forma excelentes burocratas.
Nuno Crato já tinha criado os exames no final do 2º ciclo e, absoluta originalidade em toda a Europa, no final do 1º ciclo. Promete agora a introdução de mais exames nacionais, no final de cada ciclo, em mais disciplinas. Não tenho a menor dúvida que a medida é popular. Popular entre muitos pais, que podem ver as capacidades dos seus filhos traduzidas em números, sem terem de acompanhar o que eles realmente sabem. Popular entre muitos professores com menos imaginação que têm assim metas bem definidas, sem a maçada de trabalhar com a singularidade de cada aluno.
A escola, como uma fábrica de salsichas, é o sonho do ministro contabilista, do professor sem vocação e do pai sem paciência. Não vale a pena é enganar as pessoas: não se traduz em qualquer tipo de "exigência" (uma palavra com poderes mágicos, capaz de, só por ser dita, transformar a EB 2 3 de Alguidares de Baixo no Winchester College) nem em mais qualificação profissional e humana dos jovens portugueses. Os países que conseguiram dar à Escola Pública essa capacidade seguiram o caminho oposto. Aquele que Nuno Crato abomina.»


19 de jun de 2012

Esclarecimentos sobre a alteração do estatuto da disciplina de Educação Física


 «É mais uma das mudanças anunciadas para o próximo ano lectivo. No ensino secundário, a classificação na disciplina de Educação Física vai deixar de contar para o apuramento da média final dos alunos, não entrando assim em linha de conta para a nota com que se candidatam ao ensino superior, confirmou o gabinete de imprensa do Ministério da Educação e Ciência (MEC).


A notícia já tinha sido avançada pelo Correio da Manhã esta quinta-feira. Em resposta ao PÚBLICO, o MEC esclarece que há uma excepção à nova regra: os resultados de Educação Física continuarão a contar para a média final dos alunos que pretendam “prosseguir estudos nesta área”. Por outro lado, a nota nesta disciplina “é considerada para efeitos de conclusão do nível secundário de educação”. Para concluírem o secundário, os alunos têm de obter pelo menos 10 (numa escala de 0 a 20) a todas as disciplinas.»
E porque muito se diz sobre os Exames Nacionais,
Boa sorte para nós, que temos exames de MACS!

18 de jun de 2012

Palavra do Dia

Lhaneza: sinceridade; simplicidade; franqueza; afabilidade.

Pensamento do Dia

"Como é bom ter ao nosso lado alguém que nos ajude a procurar, num monte de palha, uma agulha que se nos tenha perdido".
  
Já aprendeste o cântico de apoio à selecção? 
Os jogadores 'pediram' um cântico para se cantar no estádio para puxar por eles, aqui o têm. 
Aprende-o para puxares pela selecção pois eu já o sei ;)
PARABÉNS PORTUGAL!

16 de jun de 2012

Nós conseguimos !!!

Domingo - 19:45h.
Portugal-Holanda- Tvi
Dinamarca- Alemanha- SporTV1
De calculadora na mão: (Um exercício para eu estudar para o exame de Macs)
Portugal apura-se se:
-Vencer ou empatar a Holanda, E a Alemanha vencer a Dinamarca
-Se perder pela margem mínima a partir de 2-1 (3-2,4-3), E a Alemanha vencer a Dinamarca
-Para Portugal ser eliminado, terá de fazer um pior resultado que a Dinamarca

- Se os Dinamarqueses ganharem aos Alemães por uma diferença mínima de 4-3 Portugal não passa.
- Portugal vencerá o grupo se: Vencer a Holanda por 2 golos e a Dinamarca derrotar a Alemanha pela margem mínima




1001 Postagens

Parabéns a Todos os Colaboradores J

Guerra batida

Perdemos as pessoas nas trincheiras da vida. Seja pela distância, seja pela decadência ou seja pelo fim inevitável que é o último adeus. Perdemo-las sem dar conta por isso, com uma sagacidade tão feroz que parece ser feitiçaria ou magia. Perdemo-las por actos incompreensíveis, por palavras erróneas, por causa da nossa própria personalidade. Levantamos todas as armas quando é necessário defender o que é nosso - não temos colete anti-balas, não temos morfina para atenuar a dor, não temos uma imagem bem clara das coisas, do nosso alvo mas no meio deste campo de guerra, surje-nos uma força propriamente desconhecida fazendo-nos animais, monstros enraivecidos procurando salvaguardar o que de mais precioso temos.
Um tiro certeiro no coração é o da perda, isso sim indubitavelmente, reduz o nosso arsenal, a nossa artilharia pesada, a nossa frota ao mais mínimo e insignificante pedaço do que costumava ser uma alma. Debruçam-se em nós os nossos detractores, espetam-nos facas tão afiadas, tão vorazes que parecem querer consumir-nos até ao desgaste. Torturam-nos por palavras que dizemos, aniquilam esse reservatório ao qual recorríamos denominado de força, destroçam, desbaratam, desmembram, destroem tudo ao ínfimo pormenor.
Perdemos a vida? Encontramo-nos no campo de batalha...estamos sozinhos. Lá do céu vem um pássaro rasgando o azul com uma brancura de cal. Traz-nos uma mensagem, traz-nos paz.

15 de jun de 2012



Avisa-se que quarta-feira, dia 20, vai haver uma aula de Preparação para o Exame de Geografia A, para as turmas 11º F, 11ºG e 11ºH.
Ainda não sei a sala, e a aula é às 14h.
Passem mensagem pelo pessoal todo, e de todas as turmas.

14 de jun de 2012

Será?




Segundo o jornal Correio da Manhã, o Ministério da Educação e Ciência confirmou ao CM que a disciplina de Educação Física, deixará de contar para a média final e para a entrada da universidade a partir do próximo ano lectivo. 


Será isto verdade? 

13 de jun de 2012

Ele continua vivo :P

Hoje 11 por 15 milhões e 15 milhões por 11:


Beto, Ricardo Costa, Pepe, Cristiano Ronaldo, Patricio, Bruno Alves, Hugo Almeida,Miguel Lopes, Eduardo
Rolando, Hugo Viana, Helder Postiga, Não sei, Paulo Bento(treinador), Não sei, Não sei, Nani, Fábio Coentrão, Nelson Oliveira (o mais novo e barcelense)
Quaresma, joão Pereira, Custódio, Raul Meireles, João Moutinho, Miguel Veloso (o giraço, segundo as polacas), Rubén Micael e Varela. Estes são os 23 magnificos que estão a representar Portugal.

E Quem  vai marcar hoje?

Não perca hoje às 17horas na Sic.

12 de jun de 2012

News

Hoje ao abrir a plataforma do E-SCHOOLING, deparei-me com este inquérito:

Penso que seja útil todos nós colaborarmos, quem sabe se as disciplinas que pretendemos para o ano, não abram mesmo!
Respondam, perdem um minuto que futuramente pode ser recompensado :)
«Nós não dormimos para sonhar, dormimos para construir a resistência.»

Coldplay, Be Somebody
Porque o dia ainda agora começou para ti, mas já desperdiçaste uma hora. Uma hora passada a reclamar das horas que não dormiste, das horas de estudo que tens pela frente, das horas que faltam até voltares a dormir. Já reparaste como gastas o tempo? Esperando que o tempo chegue, esperando que o tempo passe. E quando o tempo que anseias chega, decides adiá-lo por uns instantes. Por vezes horas, por vezes dias. Quanto tempo tem o tempo que diariamente desperdiças fora de tempo?
Mariana Pereira

11 de jun de 2012


Não se esqueçam que este é o NOSSO País!
Podemos não ser dos países mais ricos (e estar longe disso) mas de coração somos milionários!
FORÇA PORTUGAL!

10 de jun de 2012

Vamos ficar por lá?



A vida tem destas coisas, aquelas mais boas passam sempre mais depressa…Tive a felicidade de passar dois anos com uma turma na qual me senti, pela primeira vez, verdadeiramente integrado. Realmente somos todos muito diferentes. Talvez fossem essas diferenças, aquelas que fizeram o 11º H o que ele foi e, muito embora houvessem aqui ou acolá algumas divergências, como é natural, sempre se viam esmagadas por uma união subentendida que eu, pelo menos eu, senti.
Isto parece uma carta de despedida, um fim, mas não sabemos o que o futuro trará ou se pelo menos ficaremos iguais mas bastar-me-á pensar muitas vezes e com muita força nas boas experiências que vivemos juntos. E falando do 11º ano, que é mais recente, acho que nenhum de nós imaginou que o tempo passasse assim tão velozmente apesar de que todos quiséssemos que assim passasse. Dá-me uma sensação de nostalgia, tristeza mesmo, porque não só poderei ver-me afastado de pessoas com as quais realmente simpatizei mas porque fechamos mais um ciclo.
A minha esperança é que o 11º H tenha aprendido algo de novo. Algo que seja mesmo importante, não sei…aprender algo como fortalecer as relações humanas, fazer novos amigos, e mesmo algo de História e Geografia que foram algo chatas ahahahahah.
Resta-me dizer que ainda falta muito para ouvir, dizer, viver. Que não seja um fechar imediato e que o contacto se mantenha por muito. Vou ter saudades de todos, dos nossos dias de manhã cedo com cara de quem dormiu pouco, das nossas longas e cansativas terças-feiras, das nossas quintas e sextas livres para todos!! Lembrar-me-ei da visita que fizemos a Lisboa…foi inesquecível verdadeiramente. Da surpresa de aniversário que fizemos à prof Céu e da Nata Gigante da Sissi que não cheguei a experimentar para desgosto meu. Os meus extenuantes pedidos de bolo de chocolate a Andreia que por fim, lá me fez, ou melhor, nos fez. Vou-me lembrar também dos meus mais próximos, Cândida, Sónia, João Pedro, Natália, Eduarda e Jorge – os melhores amigos que alguém pode ter - que é daqueles momentos? Ahah!
Enfim, para não dizer muito mais que o texto já vai longo, dedico este texto a todos os meninos bonitos do 11ºH e aos professores que tanto nos chatearam e nos fizeram rir com as suas personalidades particulares e peculiares ahahahah!

Beijinhos a todos.

Ritinha, Andi, Bárbara, Candy, Loirinha, Cris, Diana, Duda, Suicinho :b, Hélder, Isabel, Jota, João Pedro, Jorginho, Xana, Natália, Patrícia, Pedrocas, Sara O, Sara A, Sissi, Soni, Susie.

Profs: Ana Paula, Céu, Júlia (Ing), Isabel, Graça, Carminda, Pedro, Júlia (MACS) e aos mais recentes, Laura e Sandra.


“We don’t say goodbye, we just keep them in our hearts.”

Música do Dia

9 de jun de 2012

Barcelos já está em Lviv


Vamos lá Portugal !!!   Agora é a sério. Palpites??? Hum....2-1

Força Portugal !!!

7 de jun de 2012

6 de jun de 2012

Bolo de Chocolate

Ingredientes:

  • 125g de manteiga
  • 1 tablete de chocolate amargo (200g)
  • 250g de açúcar
  • 100g de farinha
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 6 ovos
  • 1 colher de sopa de manteiga

Preparação:

Tire duas barras à tablete e guarda-as.
Derrete o restante chocolate, juntamente com a manteiga, em banho-maria.Bate as gemas com o açúcar até obter uma mistura cremosa.
Junta-lhe o chocolate a manteiga derretidos, a farinha previamente misturada com o fermento e as claras em castelo, mexendo sempre.
Vaza o preparado, numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha e leva ao forno para cozer.
Entretanto, prepare a cobertura derretendo o restante chocolate e a colher de manteiga em banho-maria.
Uma vez o bolo cozido, deixa arrefecer e cobre-o com a cobertura.





3 de jun de 2012

Palavra do Dia

Lóio: azul.

Pensamento do Dia

"As palavras podem ser como raios X. Se usadas apropriadamente atravessam tudo".


Aldous Huxley - novelista britânico
O país em que eu vivo está a atravessar uma crise. Talvez ainda esteja no início, mas eu quero acreditar que não tarda nada, já tudo terá passado. O que é certo, é que estamos a por uma geração inteira em causa. Milhares de jovens, sem saber o que fazer à sua vida. Devem ir para a universidade, ou tentar arranjar um emprego o mais rápido possível? Devem manter-se cá e tentar ajudar o país, ou devem ir para o estrangeiro? Nada nos dá garantias. A única coisa que eu sei é que não foi a minha geração que tomou as decisões erradas, para agora sermos nós a sofrer as consequências. Não fomos nós que desviamos dinheiro, não fomos nós que elegemos quem está no governo. Tão pouco fomos nós que tomas as decisões erradas. Tomaram essa decisão por nós. Fizeram-nos nascer num país demasiado pequeno para tanto talento. Portugal. Oh Portugal. Falam Pátria em teu nome, e usando esse pretexto destroem-te. Não vês que está dentro de ti quem te corrompe? 

1 de jun de 2012

Selecção Portuguesa Hoje e Amanhã:

Hoje joga também a nossa selecção-sub 21 no jogo de qualificação para o campeonato da Europa 2013 às 21 horas no Estadio do Gil.

Paulo Bento pretende que a Seleção Nacional suba de rendimento frente à Turquia,  este sábado (19h45, Estádio da Luz) e nós também o esperamos. É de salientar que ainda é um jogo treino.


Estamos em decrescente para oficialmente para o1º jogo oficial da nossa selecção frente à Alemanha no dia 9 de Junho. 7 dias, 0 horas, 47 minutos e 30 segundos