3 de jun de 2012

O país em que eu vivo está a atravessar uma crise. Talvez ainda esteja no início, mas eu quero acreditar que não tarda nada, já tudo terá passado. O que é certo, é que estamos a por uma geração inteira em causa. Milhares de jovens, sem saber o que fazer à sua vida. Devem ir para a universidade, ou tentar arranjar um emprego o mais rápido possível? Devem manter-se cá e tentar ajudar o país, ou devem ir para o estrangeiro? Nada nos dá garantias. A única coisa que eu sei é que não foi a minha geração que tomou as decisões erradas, para agora sermos nós a sofrer as consequências. Não fomos nós que desviamos dinheiro, não fomos nós que elegemos quem está no governo. Tão pouco fomos nós que tomas as decisões erradas. Tomaram essa decisão por nós. Fizeram-nos nascer num país demasiado pequeno para tanto talento. Portugal. Oh Portugal. Falam Pátria em teu nome, e usando esse pretexto destroem-te. Não vês que está dentro de ti quem te corrompe? 

Nenhum comentário: