31 de ago de 2011

Pensamento do Dia

«Um nenúfar é como a nossa vida: rodeado por água, quase a se afundar mas detentor de uma flor maravilhosa onde todos os sapos e libelinhas se vão refugiar.»

Antigo provérbio chinês

30 de ago de 2011

A DOR

A dor possui um grande poder educativo: faz-nos melhores, mais misericordiosos, mais capazes de nos recolhermos em nós mesmos e persuade-nos de que esta vida não é um divertimento, mas um dever. (Cesare Cantú).

Esta citação deste historiador italino tão verdadeira e tão cheia de significado para mim pode soar a estranho para todos vós, num período de férias, feito de diversão, de praia, de boa vida, de alegria, de felicidade ... Destoa num CONTEXTO que deveria ter sido o ideal , mas que não o foi para mim ! Longe disso!
Devem ter estranhado, desde a nossa separação no final do ano lectivo,  o meu longo silêncio neste blogue, a falta de um voto de boas férias, um agradecimento e o manifestar da minha satisfação pelo vosso magnífico trabalho que este blogue espelha tão bem. Não foi por ingratidão, não. Porquê ? Por causa da tal dor ... a dor de saber que se vai perder quem nos deu a vida e a iluminou com o seu sorriso, a dor de ver sofrimento estampado no seu rosto durante todas as semanas ,  a dor de passar horas, dias e noites  no serviço de Oncologia, vivendo o meu e outros dramas humanos. Essa dor que só o tempo atenuará... Ficam-me para sempre as lembranças da minha mãe que partiu para a eternidade na madrugada do dia 25 de Agosto para suavizar essa dor.
Acompanharam, ao longo do ano, um pouco essa dor que foi aumentando e ,por isso agora que voltei ao trabalho queria deixar aqui expresso o meu agradecimento pelas palavras de apoio que me foram dando, de forma tão carinhosa. Em breve estaremos de novo juntos... não para chorar como chegou a acontecer mas para rir, porque a vida segue como um rio e devemos aproveitá-la como a maior riqueza que temos....

Até breve!

A vossa professora e amiga

28 de ago de 2011

Pensamento do dia

"Amo a liberdade, por isso deixo as coisas que amo livres.
Se elas voltarem é porque as conquistei. Se não voltarem, é porque nunca as possuí."

John Lennon

27 de ago de 2011

De valor

"É uma honra jogar contra o FC Porto nesta Supertaça, é sem dúvida uma das equipas mais poderosas do Mundo. Jogam com muita intensidade, sabem guardar bem a bola. Jogam bom futebol. O FC Porto faz coisas que gostaríamos de ter feito. Eles ganharam quase todas as últimas ligas portuguesas. Sei que há novos jogadores, mas continuam a jogar e ganhar"
Pep Guardiola

É preciso dar o devido valor ;)

Aqui estou

Estou de volta!
Quem segue o blog, pôde reparar que estive um tempinho sem dar notícias. Ausentei-me durante umas semaninhas mas muito bem, aqui estou eu de novo.

Deixo-vos aqui com uma das músicas deste verão! :D


24 de ago de 2011

partimos dos sentimentos

O egoísmo senhores, aproveita-se.
A calma, gasta-se.
O mal ultrapassa-se e a dor congela-se.

O rancor, dói - é verdade -
Mas compensa a boa vontade
Com certeza, e até a liberdade
Se torna a sua própria presa.

Deste modo, a impetuosidade
A mentira, sensibilidade
E tudo o mais, reservam-se
Para eventualidades e momentos especiais.

A obscenidade, é polémica.
A demência, sentimental
E algo público talvez
Pois o louco, tudo já fez.

A grandiosidade, eleva-nos.
O poderio, consume.
Mas é uma questão de nervos
E das maldades do costume.

Em suma:
Que a verdade nunca perdura
Que o que fica é a intenção
Daqueles que a procuram
Por razão ou por brandura.

21 de ago de 2011

Pensamento do Dia

"São as nossas escolhas que revelam quem realmente somos muito mais do que as nossas qualidades."

J.K. Rowling, por Prf. Dumbledore(Harry Potter)

19 de ago de 2011

Poll: o que esperas do próximo ano escolar?

Caros leitores, é com alguma pena que constámos que faltam pouco mais de três semanas (ou se calhar menos) para começar todo um novo ano escolar.
De certa forma, é algo de bom: vamos voltar a ver os nossos amigos, vamos aprender coisas novas, etc, etc...Mas de outra forma é uma chatice: acordar cedíssimo, estudar...estudar, testes, EXAMES!!
Bem, não quero deixar-vos mal disposto desde já, mas recomendo-vos a mentalizarem-se (como eu já o fiz...).
Também notamos como foram rápidas estas férias, mas espero que todos tenham feito pelo menos alguma coisa que gostaram.
Falando do poll em questão, a nossa colaboradora Cristina deu a excelente ideia de fazer um poll...como o que está no título, por isso aqui está.
Convido-vos a votar, para desta vez, juntar estatísticas sobre as nossas maiores esperanças para o ano lectivo 2011/2012. ;)

18 de ago de 2011

Tudo fica

Os presentes que demos, ficaram. As coisas que ouvimos, também. Mas mais importantes serão talvez as coisas que dissemos e que restaram.

Tudo fica, de certa forma cristalizado, num estado suspenso, numa mancha que não sai, numa tinta que não seca. Tudo fica, uma lembrança, um traço de dor. Tudo fica, porque tudo se
escreve; não numa folha, não com uma caneta, mas com as nossas palavras.

As palavras podem ferir, bem sabemos, podem desenterrar passados, podem desfazer tudo. As palavras, são mais potentes que uma arma. Quando somos atingidos com uma arma, podemos sarar, podemo-nos curar, podemos morrer até e tudo acaba nesse momento, mas quando uma palavra é proferida, é algo de muito mais intenso e algo muito mais durável de que qualquer outra coisa.

A suspeita é outra coisa que fica; suspeitar de algo ou de alguém é uma das sensações mais poderosas e mais assustadoras que se pode ter. Uma suspeita é algo muito profundo, talvez mais do que a palavra. Ela (a suspeita) antecede a palavra pois a palavra é a realização de essa suspeita e suspeitar é algo que fazemos às vezes, sem saber.

Mas sempre teremos à nossa disposição aquilo que de bom nos ficou. Sempre teremos a sorte de contar com alguém que goste de nós incondicionalmente, de encontrar coragem onde não havia, de encontrar voz onde se pensava não existir, de lutar por nós e pelo nosso mérito: pensar em tudo o que já conseguimos, nos nossos amigos, nos nossos desejos. Teremos a sorte também de agradecer por algo, de fazer a história. Porque enfim, no final, tudo fica.


13 de ago de 2011

Alerta



Hoje deparei-me com uma notificaçao no facebook, esta convidava-me a pertencer a um grupo que se chamava 'queremos justiça pelo cão queimado', nao percebi o que seria aquilo até carregar no link que se encontrava nessa pagina. Abri a pagina e vi um video, que se fosse agora não o teria aberto. Um inocente cão a ser queimado sem qualquer sentimento por parte daqueles que fizeram tal horrorosidade. Decidi entao, alertar a todos para esta história que não deve voltar a ser repetida com nenhum animal! Alerto-vos pra se juntarem a esta causa e a mostrar que somos jovens mas temos consciência, e devemos respeitar todos os seres vivos de igual maneira.



E faço um apelo para mostrarem os vossos amigos com quatro patas, os vossos amigos com bicos ou até aqueles que nao vivem sem água, os vosso melhores amigos.



Deixo-vos com uma foto da minha 'melhor amiga', chama-se nina e ja a tenho desde 2003, e nunca a trocaria por nada.



10 de ago de 2011

Um livro por semana



Título: Uma escolha por amor
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Editorial Presença
Páginas: 256




Sinopse:
Passado na costa da Carolina do Norte, o mais recente livro de Nicholas Sparks aborda as consequências de diversas escolhas feitas por Travis Parker, um veterinário, e pela sua vizinha Gabrielle Holland, assistente médica. Travis levava uma vida tranquila até Gaby fazer parte dela. E o mesmo se poderá dizer de Gaby que mantinha uma relação de longa data com o namorado até se apaixonar perdidamente por Travis. Que decisão irá ela tomar? Permanecer ao lado do homem que já conhece ou lançar-se numa nova aventura com um desconhecido? Durante a primeira parte do romance acompanhamos o processo de escolha de Gabby, e os efeitos que terá na vida de ambos. A segunda parte da história tem lugar onze anos depois, quando Travis tem de tomar uma decisão de vida ou morte no seguimento de um acidente de viação. Uma Escolha por Amor confronta-nos com a questão mais profunda de todas: até onde iria para manter viva a esperança do amor? Um livro comovente, ao melhor estilo de Nicholas Sparks.



Opinião:

Nicholas Sparks foi um bom autor para iniciar a leitura na época em que não tinha paciência para ler mas eu já li tantos livros dele que simplesmente já não tenho paciência para ler Nicholas Sparks porque lendo três dos seus livros já começamos a reparar como as histórias de um certo modo são todas iguais.
Não achei este livro tivesse uma história magnifica, ou simplesmente interessante mas também não é mau de todo.
O ponto mais alto do livro é o momento em que ficamos sempre a tentar adivinhar o que aconteceu a Gaby, essa parte encontra-se praticamente no final do livro.
O livro é todo romântico e não aconselho a quem goste de uma boa luta.
Na minha opinião o livro podia ser mais interessante.

Minha avaliação:

2/5- Ok



Bob Marley



“Podes não ser o seu primeiro, o último, ou o único. Ela já amou antes e pode voltar a amar. Mas se ela te ama agora, que mais interessa? Ela não é perfeita – tu também não és e os dois podem nunca ser perfeitos juntos, mas se ela consegue fazer-te rir, fazer-te pensar duas vezes, admitir que és humano e cometes erros, segura-te a ela e dá-lhe o máximo que conseguires. Ela pode não pensar em ti cada segundo do dia, mas vai dar-te uma parte de si que sabe que podes magoar – o seu coração. Por isso não a magoes, não a modifiques, não analises e não esperes mais do que ela pode dar. Sorri quando ela te faz feliz, deixa-a saber quando te deixa furioso, e sente falta quando ela não está lá.”






Bob Marley

Poll: "Que te diverte nestas FÉRIAS?"

Pois é pessoal, outro poll, lá vai. Bem aqui vão os resultados:

1º lugar: com 66% da votação foi escolhido: Estar com os friends ;) Ainda bem.
2º lugar com 53% da votação foi: Não fazer nenhum. Até me admira que não tenha saído em primeiro ;b
3º lugar: 40% da votação: Ir à praia e Ouvir música :)
4º lugar: um surpreendente: Ver TV :O
5º lugar: Estar com o namorado/a, ler e outro ;)
6º lugar: Passear

Bem caros leitores, agradeço mais uma vez por terem aderido em massa para este poll que com certeza nos deixou a saber como é que andam as nossas férias, não?
Concluimos também que a amizade anda no ar (1º lugar), a preguiça e a molesa também (2º lugar) e torrar ao sol também (3º lugar).

Continuem a postar e a nos visitar ;)

9 de ago de 2011

*

Não sei se ainda estas cá para leres isto, não sei quando partes deste mundo, não sei como te tens sentido. Não tenho coragem de te ver, não tenho coragem de te apertar a mão e dizer que no fim vais ficar bem. Nunca gostei de mentir e sei que se o fizesse tu irias perceber. Afinal, tenho uma vida a teu lado, és a avo querida, a tia fantástica e a mulher a quem não deveria acontecer uma coisa destas, és o exemplo vivo de que o mal só acontece aqueles que fazem o bem e que pode acontecer com qualquer um.
Não desabafo com ninguém, é outra coisa que nunca soube, mas tenho que ser forte, como sempre fui, ou como sempre me acharam. Mas nem sempre é assim, mas penso sempre que no dia em que desistir, vai ser o dia em que tu vais desistir também, então vou a luta. Ouço os outros a chorarem por ti, e mantenho-me firme. Ouço-te, vejo-te a dar tudo o que tens e mantenho-me firme, mantenho-me firme porque é isso que esperam de mim, que consiga ser fria e que consiga olhar para ti da mesma maneira que olhava a cerca de 6meses quando foi diagnosticado, quando havia esperança. A verdade é que não consigo, mas mantenho-me firme, porque enquanto estiver, tudo o que me rodeia também estará, as famílias são mesmo assim.
Hoje, espero pelo dia de amanhã, espero que ainda estejas aqui e que seja um dia melhor, mas se não estiveres, prometo manter-me forte e espero um dia ser uma guerreira como tu!

8 de ago de 2011

Serei eu a única a não conseguir comentar com a minha conta google?

5 de ago de 2011

Bel Ami

Bel Ami, o filme baseado no romance de Guy de Maupassant um dos muitos livros que está na minha lista dos livros para ler e que daqui a alguns dias postarei no Um Livro por semana.
O filme tem um fabuloso elenco pricipal com Robert Pattinson, Uma Thurman, Christina Ricci e Kristin Scott Thomas. Ainda não o vi mas também está na lista dos filmes que tenho de ver.

4 de ago de 2011

Pensamento do Dia

"Não caminhes a minha frente, pois não posso seguir-te. Não caminhes atrás de mim, pois não posso guiar-te, caminha apenas ao meu lado e sê meu amigo."

Autor desconhecido

serei a única

a estar furiosa com este tempo inconstante?

Libertem todos a frustração que sentem por não poderem ir para a praia/piscina/rio! 

Dos Homens e dos Deuses

Vi este filme segunda feira à noite, em Aveiro, numa das actividades do movimento dos Focolares (clicar para mais informações).
Passando ao filme, recomendo-o vivamente. Ele retrata uma história verídica de à cerca de 15/16 anos, da qual mostra a vida de 8 monges cristãos e franceses, residentes na Argélia, junto a uma comunidade nas montanhas. A vida da comunidade e dos monges parecia calma, mesmo sendo um contraste de religiões, pois temos de um lado os muçulmanos e os monges cristãos. Mas isso não era motivo para conflitos, pois os monges ofereciam vários serviços á população. Até que dada uma certa altura, os fundamentalistas muçulmanos começam a matar pessoas, desde croatas até muçulmanas que não se vestiam de acordo com a sua religião. Aqui surge a incógnita de os monges continuarem a viver na Argélia e saberem que vão morrer, ou fugir para França com a certeza que vão escapar á morte. Querem desvendar o final? Assistam o trailer aqui.

Um lugar pró Joãozinho


O que eu e os meus colegas de equipa fazemos neste blog é serviço público, e eu acho que para além de nos queixarmos do que está mal, devemos aplaudir (de pé) o que está bem. 
E é por isso que eu aqui estou. Hoje deram-me a conhecer uma iniciativa que um senhor de Barcelos está a desenvolver, e que muito me tocou. O texto que se segue é retirado do site dos Amigos da Montanha [clicar para aceder ao site]:
«José Figueiredo tem um novo sonho neste verão e, por isso, vai pedalar pela costa portuguesa com um único objectivo: ajudar a divulgar o projecto do Joãozinho do Hospital de São João, esperando contribuir para a construção de uma nova pediatria nesta unidade hospitalar.

Relembre-se que no verão de 2010, sob o tema “Pedalar com alma”, José Figueiredo percorreu o país para ajudar a pequena Juliana, divulgando o seu problema e contribuindo para angariar fundos que lhe permitissem a realização das cirurgias necessárias. Também José Figueiredo descobriu há cerca de cinco anos que tinha uma doença degenerativa grave que lhe retirou de forma galopante grande percentagem da visão, mas nunca desistiu do gosto pelo BTT , pela descobertas de novos trilhos para bicicleta e pela promoção do uso deste meio de transporte no dia-a-dia. "Hoje sinto-me uma pessoa feliz, pela concretização dos meus projectos e, sobretudo, por ter ajuda a Juliana, agora quase recuperada depois das cirurgias realizadas e concretização deste projecto deu-me o alento para novas conquistas", salienta José Figueiredo.

Por isso, partirá de Caminha no segundo sábado de Agosto para percorrer 1700 km pela costa portuguesa até Vila Real de Santo António durante 18 dias. E, juntamente com a bicicleta, levará uma nova esperança: “Porque tem o mar de ser o limite?” é o nome que lhe atribuiu (link para crónica sobre o tema publicada no Fórum BTT). A causa deste ano é o Projecto "Um Lugar Pró Joãozinho" do Hospital de São João que visa construir uma nova unidade pediátrica para receber com mais e melhores condições os futuros heróis do nosso país.

José Figueiredo classifica este projecto como uma aventura, um desafio, mas sobretudo uma vontade imensa de ajudar. Como no caso da Juliana, a ajuda passa unicamente pela divulgação da causa, esperando desta forma e com o apoio de todos conseguir ajudar mais uma causa tão importante para o bem-estar de muitas crianças. Todas as informações sobre este projecto podem ser consultadas em www.joaozinho.pt.

A iniciativa de José Figueiredo conta com a parceria dos Amigos da Montanha e do Hospital de S. João além do apoio da Famabike, Mondraker, Quinta & Santos e Becri.»

3 de ago de 2011

caras colegas, as férias vão bem?

12329(agora...) de cada vez que abro o blogue salta-me à vista este astronómico número de visitas: só digo que é uma loucura mas tudo bem, de médico e de louco todos temos um pouco.
E agora centro-me mais um bocadinho nas minhas caras colegas, que por força das circustâncias imagino (férias) têm andado um bocadinho esquecidas não?
Eu não quero estar a ser chato...não, não, pelo contrário, eu quero ser chato, mas parece que as teclas do teclado (desculpem a redundância) do computador têm andado um pouco preguiçosas pelo menos aqui para o blogue.

Só vos quero lembrar que como grande publicitário do blogue que eu sou, que me tornei devido ao tempo, peço um bocado (só um bocado ahahahah) de presença feminina neste blogue que também é bem vinda ;) Por isso vamos lá postar ok girls? Beijinhos

P.S. Esta mensagem muito especial foi dirigida especialmente para as nossas colaboradoras habituais: Mariana, Sílvia, Cristina, Natália, Susana, Andreia e Isabel ;)

Agradecia os meus devidos esclarecimentos manifestando-os através de postagens ahahahaha

Do vosso colega e amigo, muito chato como sempre claro, David.

Pensamento do dia

"Quem perde os seus bens, perde muito; quem perde um amigo, perde mais; mas quem perde a coragem, perde tudo."

Autor desconhecido

1 de ago de 2011

Para os amantes de livros

Caros leitores amantes de livros, deixo aqui um bom site onde podem criar as vossas contas e adicionar os livros que leram, os que estão a ler e os que irão ler.
É bastante divertido porque também tem quizzes e trivias.
O site também mostra nas estatísticas o ano em que mais leram e o ano em que leram mais páginas.
O único mal é estar em Inglês mas graças à ferramenta do google que ainda não está bem traduzido para português, podem traduzir a página.

Aqui fica o link

Um livro por semana


Título: Frágil, Tudo pode quebrar. Mas algumas coisas doem mais do que outras.

Autor: Jodi Picoult

Editora: Civilização Editora


Páginas:498


Sinopse: Willow, a linda, muito desejada e adorada filha de Charlotte O’Keefe, nasceu com osteogénese imperfeita - uma forma grave de fragilidade óssea. Se escorregar e cair pode partir as duas pernas, e passar seis meses enfiada num colete de gesso. Depois de vários anos a tratar de Willow, a família enfrenta graves problemas financeiros. É então que é sugerida a Charlotte uma solução. Ela pode processar a obstetra por negligência - por não ter diagnosticado a doença de Willow numa fase inicial da gravidez, quando ainda fosse possível abortar. A indemnização poderia assegurar o futuro de Willow. Mas isso implica que Charlotte tem de processar a sua melhor amiga. E declarar perante o tribunal que preferia que Willow não tivesse nascido...


Opinião:

Quem foi da minha turma já sabe que tenho um fascínio pelos livros da Jodi.
Pensava que já tinha lido os melhores livros dela mas mais uma vez ela conseguiu me surpreender com este magnifico livro.
Este livro mostra-nos as dificuldades que uma família passa quando uma criança nasce com uma deficiência ou doença, neste caso era Osteogénese Imperfeita também designada como a doença dos Ossos de Vidro.
O livro não só fala sobre os problemas que esta família enfrenta como também os das pessoas que convivem com esta família, por isso que o livro é tão interessante, não se centra só na família O'Keefe.
A história tem 4 Partes e em cada parte temos as narrativas de um familiar da Willow ou alguém que está envolvida na vida dela, e também encontramos receitas que Charlotte escreve e nas quais associa as preparações à forma como tem de cuidar da filha.

Este livro marcou-me, depois de o ler não deixei de pensar na questão que nele fora levantado.
Nele encontramos todo o tipo de temas como esperança, arrependimento, identidade e família que irão causar reviravoltas até o final do livro.
A verdade é que a Jodi Picoult criou uma história terrivelmente realista e acho que é por isso que ficámos a pensar no livro depois de o ler.
Aviso aos corações de manteiga que este será um livro em que irão verter umas lágrimas, tal como eu.

Minha avaliação:

5/5- Excelente

Carta para a Solidão

1 de Agosto de 2011

Por cada linha que escreves sinto o sufoco das tuas mãos. A tua pele desgasta-se com mais frequência e as lágrimas inundam os teus olhos com mais rapidez. A tua fé desfaz-se sem nenhum motivo, e o teu motivo não tem propósito. E ficaram estas linhas marcadas na mesa, marcadas nas paredes, nos guardanapos de papel, nos espelhos…nos nossos corações.
Já não recebemos cartas, nem postais, nem mensagens dos pássaros, nem pedaços de recordações. Já não sentimos a tua presença, já não mais, e ainda bem que é assim, pois quando estavas aqui sentíamo-nos enjoados, maldispostos com tudo e não nos apetecia sair para nada.
Mas as vezes atreves-te a aparecer assim do nada. Apareces do nada sem avisar sem dar explicação, se bem que isso não importe, pois é a tua maneira de ser. E depois como se nada disso contasse ficas por aqui a olhar para os quadros, a secar as flores, a desprezar os outros e só a importares-te contigo. Egoísta.
Mas vai-te embora rápido. Não te queremos por aqui outra vez, não queremos saber nada mais de ti nem das tuas coisas. Nunca mais voltes sem que eu te peça. Simplesmente vai-te embora, Solidão.

De mim.