31 de mai de 2011

Mas que Políticos...

É isto o que vemos todos os santos dias: propaganda política, queixas, acusações, reclamações e mais umas quantas más línguas. Vemos aqueles mais o menos mais bem conformados e vemos aqueles que mais parecem saídos de um conto, mas no final ninguém faz nada, ninguém fez nada.
Quando as vozes ficarem roucas, quando as promessas ficarem desfeitas, quando não existirem mãos para taparem a cara, quando atingirem um ponto de saturação, quando estes políticos que nos visitam nas nossas casas, não na minha, mas na dos portugueses eu digo: que mais há por dizer, ou melhor, que mais há por repetir? Quantos mais papéis, mais jornais serão vendidos para ler o mesmo? Quantas notícias os médias voltarão a repetir, do mesmo? Será que a consciência não lhes chega? Será que são isentos de a terem? Então porque fazem tanto mal a uma nação disposta para a mudança e carente?

E isto deixa-se por muito menos: nós os vemos de colarinho e de fato, de gravatinha e todos branquinhos embora por baixo dessas camadas encontramos outras tantas de pó e de sujidade: de corrupção!


Mas caros amigos, isto acaba podem ter a certeza. Vai haver um dia um político...não, um político não: um cidadão. Um cidadão que se coloque no posto de governante mas que amará a sua terra, o seu povo e defenderá as causas civis e não a sua própria vontade ou necessidades pessoais.


Eu garanto-vos: haverá um dia uma pessoa livre de qualquer vergonha e dessa sujidade mesquinha que nos atormenta. Mas também não nos livraremos dos que tentarão usurpar a vontade do povo: a vontade de PORTUGAL.


Por isso preparem-se guerreiros: há muito por batalhar!

Pensamento do dia

"Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos."

William Shakespeare

30 de mai de 2011

Segurança acima de tudo


Mais vale prevenir, do que remediar.

Outra vez, Outra vez!


O acordo era a Susana arranjar um bilhete, mas à última da hora quem os arranjou fui eu. Ela foi ver o jogo comigo, com o meu pai e com o meu namorado. Estávamos os quatro em êxtase, mas a Susana era a mais emocionada, e por contágio eu passei a viver aquele momento também com emoção. Ainda o jogo estava no início e o Gil avança no marcador. Foi o delírio, claroooooo!
Gil volta a marcar, e os adeptos voltam a fazer-se ouvir (se é que alguma vez se calaram!). Todos ficamos receosos quando o Fátima marcou, mas desta vez a Nossa Senhora estava do lado do Gil.
Com os olhos no Gil e com os ouvidos nos outros jogos para ver se estava tudo a nosso favor.
Últimos cinco minutos: tudo de pé, a vitória, a subida e vencer o campeonato estavam a dois assobios de se tornar realidade, até que, e sem que nada o fizesse prever, o Gil marca o terceiro!
Aí sim, era oficial, éramos campeões e tínhamos subido, após tantas lutas e injustiças!
Depois foi a festa total, cânticos, palmas, lágrimas, jogadores a dar as camisolas, outros reduzidos a boxers. Posters do plantel para todos, algumas das bolas do jogo também entregues ao público. Um ou outro maluco ainda foram até ao campo festejar com os jogadores. Foguetes e papelinhos, até que a taça foi erguida!


No final ainda nos deixaram entrar no campo e ver a taça. Campeões vêm à varanda, e o presidente é homenageado no autocarro a céu aberto, como os grandes campeões (Fiuza, um Presidente resistente).
Cá fora ainda encontramos a Ritinha. 
Agora minha gente, agora é oficial: Outra vez, outra vez, Gil Vicente na Primeira outra vez!

Levem os cachecóis para a escola, a cidade está em festa.

Aqui está a prova que é possível vencer as injustiças. Como? Com trabalho e mérito.

Campeões, Campeões, nós somos CAMPEÕES!

29 de mai de 2011

De volta



Não podia deixar de colocar estas duas músicas no blogue.
No outro dia, tanto eu como um colega da nossa turma estavamos a cantar estas músicas.
Acho-as bastante animadas, tipicas do povo do Norte e como são indicada para esta altura...
Sim, estou-me a referir ao nosso Gil Vicente.

"O Gil Vicente sagrou-se campeão da Liga Orangina, ao vencer o Fátima, por 3-1, na última jornada. O conjunto barcelense aproveitou o empate cedido em casa pelo Feirense, diante do Leixões (0-0) e não só garantiu a subida como conquistou, também, o novo troféu da Liga Orangina."

De novo na 1ª liga :D
Povo Barcelence a apoiar o nosso Gil Vicente ;)

Som que só os adolescentes conseguem ouvir

É chamado de “20s”, é uma onda de 18.000 Hz (em comparação, um apito de cachorro está na faixa de 16.000 – 22.000 Hz – o que significa um cão pode ouvir também). Este som é utilizado por alguns adolescentes como toque de seu celular para que apenas eles (e outros é claro) possam dizer quando o telefone está tocando.
Na Inglaterra quando as autoridades desejam expulsar os adolescentes de certos lugares, utilizam este artifício, colocando esse som em altíssima intensidade para incomodá-los já que só eles poderão ouvir.
O ouvido interno dos seres humanos têm um design funcional para ouvir os sons em uma faixa de frequência. Conforme as pessoas envelhecem, perdem a habilidade de ouvir sons mais agudos, que é a razão pela qual apenas jovens poderem ouvir este som, é muito elevado para a maioria das pessoas com idade superior a 20.

Ouve e depois comenta a dizer se conseguiste ou não ouvir.
Carrega no link para ouvir

Gil, vamos subir à primeira divisão!


Hoje é o último jogo da época 2010/2011 para o Gil Vicente, e está nos pés dos jogadores do Gil Vicente a passagem para a primeira divisão depois de 5 anos de grande sofrimento e angústia, pois descemos injustamente devido ao famoso "Caso Mateus", por isso mesmo cerca de 12 500 espectadores (casa cheia) vai apoiar o clube do galo este domingo.
É com grande expectativa e nervosismo que eu vou assistir ao jogo desta tarde e espero vir a fazer festa hoje.
Barcelos está todo com o Gil e espero muito que todos os barcelenses façam festa, pois Barcelos está vestido para tal, com bandeiras e cachecóis nas janelas, nas ruas, nos carros, etc...
Quem não for ver o jogo, informo que vai estar um Ecran gigante no porta nova, para quem quiser ir ver, e se subirmos à 1ª divisão os jogadores e demais vão fazer festa para lá.

Boa Sorte GIL....

28 de mai de 2011

Apelo à Consciência

Esta nossa consciência moribunda que de tanto roer no seu pequeno mundo atravessa os caminhos da nossa moralidade e cruelmente nos obriga a voltar atrás…perdoa-me consciência, razão eu sei que tinhas, mas naquele momento tudo foi um sentimento a razão não valia.



Mas essa consciência que sozinha nos desvanece, que sozinha arca com nós próprios que nos avisa e nos delata como um professor antigo e velho que de tantas as suas barbas brancas arrancam os caminhos do chão e desmoronam a nossa visão do mundo.



Consciência…sê meiga e sábia, ajuda-me naqueles momentos sombrios e desesperados, cobre-nos com o teu manto de inteligência e se calhar, alguma indulgência.



Limpa os nossos erros, mas não os faças esquecer pois eles nos ajudam a viver cada dia, oh consciência pequenina mas forte como um vulcão, desarma da tua calma uma tempestade profunda que nos arranque da monotonia. Consciência preferida, amiga e companheira avista no mar das penas os tubarões ferozes de quedas e de rasgos e de mentiras e de verdades mal ditas.



Consciência, só te imploro: sê boa, sê preocupada e não durmas na minha cabeça, preciso de ti atenta e não demorada. Consciência a ti eu apelo, acorda-me dos momentos do convencimento e da arrogância desentendida. Consciência, que estejas por nós e pela nossa causa.

27 de mai de 2011

Pensamento do dia

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos."

Charles Chaplin

25 de mai de 2011

A grande diferença entre homens e mulheres

prefiro nem lembrar


São raras as vezes que me lembro de ti. Admito. Mas não tens de ficar inseguro, não tens de ter medos, tenho-te sempre muito presente em mim. Em cada sorriso e em cada lágrima também (a maior parte de alegria, mas também há as de tristeza). Cada avanço é feito na tua direcção, cada recuo é para mais perto de ti. No entanto, continuam a ser poucas as vezes em que me lembro de ti. É que para lembrar é preciso esquecer e eu nunca me esqueci de ti.

24 de mai de 2011

"Ser Poeta"

Ser poeta é ser inteiro a cada palavra,
É ser o mensageiro excepcional, o testemunha das palavras.
Ser poeta é por mar de sentimentos navegar,
E numa folha de papel descrever esses mesmos sentimentos.

É viver mais alto num mundo acima do real,
É sonhar além do possível e escalar o Infinito.
Ser poeta é saborear as palavras e viver as palavras escritas,
Misturando sentimentos e emoções.

Ser poeta é viver uma história inacabada,
Passeando num jardim de metáforas,
Para além da imaginação...


Alunos do 10.º H

23 de mai de 2011

Adivinha

Qual é a diferença entre um smart fortwo e o benfica?

É que o smart fortwo leva 2 e o benfica leva 5 ;)

'bora lá votar!

Como numa mensagem, a sondagem se perdia no meio do nosso mar de postagens, pedi permissão à Cristina e coloquei-a aqui ao lado, na margem direita. Podem escolher várias respostas e não se esqueçam de votar.
Vai ficar uma sondagem de cada vez, quando esta estiver a acabar espero outra sugestão para colocar ali de lado.
Sejam activos!

Se me compreendesses

Se me compreendesses, se me conhecesses, que feliz serias. Se me compreendesses, se me conhecesses, jamais chorarias. E já que ao estar tão longe não sou alheio, porque vou contigo os teus fiéis reflexos aliviam as minhas penas pelos maus caminhos.


Se me compreendesses, se me conhecesses, jamais duvidarias e as minhas condições seriam as razões que tu aceitarias. Se me compreendesses, se me conhecesses apenas um pouco tudo mudaria porque assim sentirias que por ti eu estou.


Não mudava nada, nada do que fizeste, não mudava nada ficaria assim: perdido no abraço que me deste quando eu parti. Mas não te afastes, fá-lo lentamente, como quando viesses desse lago azul onde te olhaste e de tanto olhar assim te afogaste.


Não digas mais nada, não digas mais nada: se me compreendesses, se me conhecesses assim viverias; com essas ilusões que de tão gastas já não funcionariam.


Isto não é um texto de amor, nem um texto de despedida, é uma chama cálida que exprimi.

22 de mai de 2011

Desilusão

Cada dia que passa perguntou-me como é que as pessoas podem mudar tanto, parece que mudam do dia para a noite, mas secalhar não, secalhar sou eu que não consigo acompanhar essas mesmas mudanças.
Imaginem como ficariam se ao passar por uma pessoa que vos foi muito querida essa mesma pessoa vos vira-se a cara, isso foi o que me aconteceu... nao sei o que se passou contigo, mas nao quero saber, espero que sejas feliz. Secalhar tou a pensar coisas erradas de ti, secalhar querias só mostrar o teu melhor prefil!
Espero que sejas muito feliz

Orgulho



É com muito orgulho que mais uma vez escrevo sobre a vitória do futebol clube do porto. Melhor, uma delas.
Desta vez, é sobre a final da taça de Portugal.

FC Porto é o vencedor da Taça de Portugal 2010/2011 com uma vitória de 6-2 contra o Vitória de Guimarães.

Um orgulho para todos nós, um orgulho para Portugal ter um clube como este.


"Não sou doido para mudar de equipa" Hulk

21 de mai de 2011

Curiosidade...

Sabias que durante um ano ingeres mais ou menos 500 quilos de comida? É o equivalente a um carro pequeno.

"A paixão".

Certamente já se depararam com comentários do género "Em Portugal não há música de jeito" ou ainda "música portuguesa e basta".
Estava no youtube e vi comentários desse género e ainda por cima, feitos por portugueses.
Por vezes a música portuguesa é desvalorizada, tanto a música como muitas outras coisas. Se nós portugueses não damos valor ao que é nosso, quem vai dar?
Há estrangeiros que dão mais valor ao que é português do que os próprios portugueses. Mania de desvalorizarem o país em que vivem.
Foi então que decidi publicar uma música portuguesa. Dou muito valor ao que é nosso ;)

Anos 80



É sempre bom ouvir rock dos anos 80!

20 de mai de 2011

Ódio?


"Ódio?" de Florbela Espanca
Ódio por Ele? Não... Se o amei tanto, 
Se tanto bem lhe quis no meu passado, 
Se o encontrei depois de o ter sonhado, 
Se à vida assim roubei todo o encanto, 

Que importa se mentiu? E se hoje o pranto 
Turva o meu triste olhar, marmorizado, 
Olhar de monja, trágico, gelado 
Com um soturno e enorme Campo Santo! 

Nunca mais o amar já é bastante! 
Quero senti-lo doutra, bem distante, 
Como se fora meu, calma e serena! 

Ódio seria em mim saudade infinda, 
Mágoa de o ter perdido, amor ainda! 
Ódio por Ele? Não... não vale a pena...

18 de mai de 2011

SIMPLESMENTE O MELHOR





Caros colegas e professores que atentamente acompanham este blogue, eis que a minha conclusão ainda se afirmou mais hoje. Apesar de triste pelo Braga não ter ganho, a vitória e demonstração de superioridade fizeram-se sentir mais uma vez e não posso negar o meu contentamento por isso.


Aqui, mais uma vez, provou-se que quando se é BOM por natureza não há nada que valha contra e para aqueles que ignorantes a isso continuam a desafiar e a pôr em causa essa superioridade, pois lhes digo que mais vale não se pronunciarem pois o clube a que pertencem anda, certamente, pelas ruas da amargura.


Esta postagem, e digo desde já, é sem qualquer pingo de maldade (mas com alguma ironia): é apenas uma constatação de factos que sempre se justifcaram. É verdade que o FCP teve alturas más mas acima disso soube como recuperar e sobretudo como derrotar aqueles que tão arrogantemente se confrontaram com ele no campo.


Caros colegas e professores, eis que surge aqui um contentamento e uma motivação para Portugal, pois foram à final duas equipas mangíficas (DO NORTE CARAGUU) que se defrontaram magnificamente e acabando por ganhar outra equipa ainda mais magnífica. Por isso peço e aconselho vivamente aqueles que pertencem a um outro clube que se decidam por mudar de caminhos já que parece que por aquele vão existem com muitas pedras.


Deixo esta mensagem de alegria e festa aos portistas e o resto já se sabe: Somos bons e ponto final.

Mais uma vez ...

Hoje deparei-me com uma cena realmente desagradável normalmente típica de pessoas frustradas.
Como todos o sabem, hoje o Futebol Clube do Porto venceu o Braga e conquistou a Liga Europa. Vi o jogo através da televisão como muitas outras pessoas.
O Jogo acabou e a euforia chegou. Como qualquer portista, fiquei super contente como é normal. Pouco depois, enquanto conversava com amigos meus, ouvi/li coisas muito desagradáveis vindas de pessoas de outros clubes, principalmente benfiquistas.
Fui ao facebook e foi então que li no mural de um facebook coisas como ‘odeio o porto, odeio os portistas’ e pensei, que sociedade é esta?
Em vez de ficarem contentes pela final da Liga Europa ter sido disputada por dois clubes portugueses não… Revoltam-se contra o fcp só porque são benfiquistas e “não gostam do fcp”.
Onde está o gosto pelo futebol? Onde está a noção do ridículo? Onde está a noção do que é justo ou não?
O Sporting Clube de Braga foi á final e não foi por mero acaso. Só vai á final quem é bom. O FCP venceu (como já estamos habituados ahah) e foi justo, porque houve esforço para tal. Ninguém pode negar que o Futebol Clube do Porto merece mérito, pois não se vence tantas vezes por sorte.

Para todos os frustrados que neste momento estão com azia, Rennie Digestif :)


Tanto o Sporting Clube de Braga como o Futebol Clube do Porto, estão de parabéns por estarem na final.


Orgulho Portista ;)

16 de mai de 2011

Hino à Libertação

Chega de livros acastanhados, chega de espinhos desdobrados, chega de sóis e de serões desocupados. Chegam as histórias das nossas vidas, chegam as mãos todas partidas, chegam os sonhos apenas sonhados, vamos é concretizá-los!

Levantemos os olhos dos nossos joelhos, olhemo-nos ao espelho com garra e força. Não voltemos aos velhos tempos do esquecimento e da inglória. Vamos mais a frente e sempre em cima, vamos cheios de alma e sabedoria, vamos, corramos para o futuro: que nos aguarda um novo dia.


Deixem suspiros para as nossas costas, deixem alheias essas desculpas, deixem os gritos consumidos pelo medo e por outras coisas. Deixem caminhos empedrados, retirem uma nova filosofia, não aquela que aprendemos na escola, mas a que vivemos todos os dias.


Chega de saudade – como dizia – chega de estorvos e de manias, já me chegam as mágoas todos os dias! Chega de mortes e de mentiras!


Voemos juntos pelo nosso mundo, que grande e forte ele é: mas destruímo-lo todos os dias com negligência e estupidez. Não mais paredes nos fecharão, não mais batalhas para desafiar, não mais escadas invertidas e cavernas para escavar.


Aqui ficamos, aqui vivemos, vivamos todos juntos sem nenhum medo, saltemos alto até ao céu, cresçamos mais e sem receio!

A Teoria da Diversão

Como a curiosidade e a diversão podem melhorar os nossas hábitos de vida para melhor.
Naquele dia escolheram as escadas mais 66% de pessoas do que o habitual.

Balada Para Uma Velhinha

Esta música dá-me vontade de chorar xD mas pelo bom sentido hahahaha. Apenas faz-me lembrar das minhas avós e de alguma maneira as nossas mães não? Só quero deixar esta pequena homenagem as nossas avós, as mães das nossas mães...E para aqueles que não passaram muito com as suas avós ou mães, e se essas agora passam mal só espero que esta música lhes traga algum conforto. Um BEIJO para as nossas velhinhas onde quer que elas estejam :)








Num banco de jardim uma velhinha
está tão só com a sombrinha
que é o seu pano de fundo.
Num banco de jardim uma velhinha
está sozinha, não há coisa
mais triste neste mundo.
E apenas faz ternura, não faz pena,
não faz dó,
pois tem no rosto um resto de frescura.
Já coseu alpergatas e
bandeiras verdadeiras.
Amargou a pobreza até ao fundo.
Dos ossos fez as mesas e as cadeiras,
as maneiras
que a fazem estar sentada sobre o mundo.
Neste jardim ela
à trepadeira das canseiras
das rugas onde o tempo
é mais profundo.
Num banco de jardim uma velhinha
nunca mais estará sozinha,
o futuro está com ela,
e abrindo ao sol o negro da
sombrinha poidinha,
o sol vem namorá-la da janela.
Se essa velhinha fosse
a mãe que eu quero,
a mãe que eu tinha,
não havia no mundo outra mais bela.
Num banco de jardim uma velhinha
faz desenhos nas pedrinhas
que, afinal, são como eu.
Sabe que as dores que tem também são minhas,
são moinhas do
filho a desbravar que Deus lhe deu.
E, em volta do seu banco, os
malmequeres e as andorinhas
provam que a minha mãe nunca morreu.

Tudo começou numa Pharmacy

Tudo começou em 1886. Depois da Guerra Civil Americana com a chegada do farmacêutico John Pemberton à cidade de Atlanta. Com a sua falta de habilidade em vender sempre fracassou em suas criações até o dia em que conhece Frank Robinson que acaba por se tornar o seu sócio.

Hoje em dia toda a gente já provou, admito, eu até sou um pouco dependente dela e este ano festeja 125 anos de existência.
Acho que já adivinharam do que estou a falar.

Tudo começou na Jacob's Pharmacy...

14 de mai de 2011

Já lá vai

Hoje é a final da eurovisão. Portugal foi eliminado na semi-final, no entanto, estamos de parabéns.
Estava a recordar as músicas que Portugal levou para interpretar na eurovisão ao longo dos anos, visto que muitas delas eu não me recordo.
Foi assim que encontrei este video de Rita Guerra na eurovisão em 2003. Uma interpretação arrepiante, adorei :)

13 de mai de 2011

Pensamento do Dia

"As pessoas entram na nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem."

Lilian Tonet

11 de mai de 2011

e por cá...nós também

Se explicar que a demora pesa e se voltar atrás com essas mesmas palavras alguém ficaria zangado? Se me empenhar na construção de uma frase que inclua tudo o que passámos ficarias mais feliz? E se mostrar ao mundo os numerosos encontros que encontrados encontrámos acharias pena? E se respondesse que sim magoar-me-ias? Dizer-me-ias que a modéstia a que recorremos seria vã e nula?
E por cá, todo um conjunto de esperas ficariam, números incontáveis restariam e nós também. Não há mais que dizer, palavras só alarmam e espantam. E nos lembraríamos de ti com aquela cara triste e aqueles passos amedrontados e aqueles seres vazios que vigiavam a tua essência e aquelas armas fortes com que batalhaste e aqueles muitos aqueles.
E por cá, muito firme esse castelo de cartas se apoiaria e essas escolas de amanhã que nos ensinam coisas de hoje repousariam, mais uma vez, vãs e nulas. Mas não. Mas não nos concentremos nisso, nessas pequenas palavras redondas, cíclicas e repetidas. Vamos escutar algo mais bonito, sim? Algo que sirva para nós como uma ferramenta, ok? Não tens que responder já. Pensa.
E sim, por cá, todos nós alguma vez chorámos, por cá, todos nós alguma vez respondemos a perguntas muitas vezes sem resposta, ou melhor, inventámos. E por cá...nós também ficámos. Com muito amor e com muito abrigo.

10 de mai de 2011

Tears in Heaven - Eric Clapton




Sempre adorei esta música, um extraordinário músico e uma extraordinária letra cheia de sentimento...espero que gostem :)


Conhecerias o meu nome?
Se te visse no Paraíso?
Serias a mesma?
Se te visse no Paraíso?
Devo ser forte
E seguir em frente
Pois sei que não pertenço
Aqui no Paraíso.
Segurarias a minha mão
Se te visse no Paraíso?
Ajudar-me-ias a ficar em pé
Se te visse no Paraíso?
Encontrarei o meu caminho
Ao longo da noite e do dia
Pois sei que não posso estar
Aqui no Paraíso.
O tempo pode trazer-te abaixo
O tempo pode dobrar os teus joelhos
O tempo pode partir o te coração
Ter-te a pedir por favor
Pedir por favor
Para além da escuridão
Há paz
Tenho a certeza
E sei que não haverão mais
Lágrimas no Paraíso
Conhecerias o meu nome
Se te visse no Paraíso?
Serias a mesma
Se te visse no Paraíso?

Um papagaio incrível... para cumprir uma promessa !

video

Se todos os meus alunos me obedecessem assim e soubessem tão bem as matérias ensinadas seria uma professora REALIZADA !!! :)  

8 de mai de 2011

Pensamento do Dia

"Mais vale morrer em pé, do que viver toda uma vida ajoelhado."


Che Guevara

5 de mai de 2011

Com Estas Palavras Te Digo

Com estas palavras te digo: não me deitarás abaixo. Permanecerei firme e não sucumbirei. Alguém estará sempre comigo e esse alguém, eu sei quem é, mas não te digo. Deixo-te neste estado de castigo para que te desfaças de vez.
Não torturarás a minha alma, efervescente vivirei e os sofrimentos que hão de vir eu os enfrentarei. Serei cru, madeira e ferro. Chamas de estragos contidos, com estas palavras te digo: adeus, nunca direi.
Amanhã serei mais forte, seremos todos muito mais, escutar não nos aflige o que nos custará aceitar. Mas não tenham medo, nós aqui estaremos, provocaremos a alegria e abateremos o medo.
Não se esqueçam assim, de tão leve ritmo perdido, não se esqueçam assim: elo que liga o partido, um pleonasmo sem sentido. Lembrem-se do momento cuja força compreendida desprende das forcas gemidos de águas contra as correntes.
Cada milhão que vivemos, cada dia que tecemos, cada ser que cuidaremos e a nós próprios também.
Com estas palavras te digo: faz o que quiseres, mas não o faças comigo.
Com estas palavras te digo: eu sou eu, e mais ninguém!

Qual o Futuro que nos espera?


«Não nos deixemos dominar pelo passado, nós vivemos o presente, caminhando para o futuro.»
Este é o tipo de frases que nos devem dizer. A nós enquanto povo do Fado, do saudosismo. Mas isso fica para outra crónica, nesta não calha bem.
O que é certo é eu frases como esta nos explicam como é que em certas alturas específicas da nossa vida quebrámos com as tradições. Como me disseram, e bem, atualmente, os jovens não cultivam as tradições e memórias dos antepassados: o rancho folclórico é para os velhotes e os jovens que vão são obrigados; música pimba é para quem não ouve rádio ou para quem o mundo se resume a Portugal.
O hino e deixou de ser aos nossos olhos importante, quando temos artistas portugueses (ou não) que cantam músicas mais fixes. Fado é para deprimidos, para quem está de luto ou sofre por amor. Poesia é para sensíveis, e para muita gente (daqui excluo os jovens, ficam os adultos menos esclarecidos) homens que leem poesia ou escrevem sobre sentimentos são “maricas”.
Agora pergunto-me: Quem é que deixou as coisas chegar a este ponto? Qual das gerações decidiu quebrar com o passado?
O nosso passado coletivo, enquanto povo, não pode ser esquecido a toda a força, como um adulto esquece o seu primeiro amor.
«Todos estamos no presente, com o ensejo de construir o futuro, mas envolvidos nas conseqüências do passado que nos é próprio. Isso porque tudo aquilo que a criatura semeie, isso mesmo colherá. » (Do livro "Leis de Amor", Emmanuel, Francisco Cândido Xavier)

Este texto está escrito de acordo com o novo Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince 
P.S.: Este texto está também presente no blog (in)conveniente. Não se esqueçam de dar lá um saltinho e deixar a vossa opinião :p

4 de mai de 2011

Pensamento do dia...

« Muitos odeiam a tirania apenas para que possam estabelecer a sua. »
Platão

3 de mai de 2011

Eterna



Não há palavras. Simplesmente fantástica.
Será sempre recordada com muito carinho.

Ary dos Santos - Poeta Castrado Não

Um grande poeta, um grande letrista do qual muitas vezes retiro inpiração: José Carlos Ary dos Santos. Aqui vos deixo ums dos meus mais preferidos poemas.



Serei tudo o que disserem


Por inveja ou negação:


Cabeçudo dromedário


Fogueira de exibição


Teorema corolário


Poema de mão em mão


Lãzudo publicitário


Malabarista cabrão.


Serei tudo o que disserem:


Poeta castrado não!



Os que entendem como eu


As linhas com que me escrevo


Reconhecem o que é meu


Em tudo quanto lhes devo:


Ternura como já disse


Sempre que faço um poema;


Saudade que se partisse


Me alagaria de pena;


E também uma alegria


Uma coragem serena


Em renegar poesia


Quando ela nos envenena



Os que entendem como eu


A força que tem um verso


Reconhecem o que é seu


Quando lhes mostro o reverso


Da fome já não se fala


-É tão vulgar que nos cansa –


Mas que dizer de uma bala


Num esqueleto de uma criança?



Do frio não reza a história


- A morte é branda e letal –


Mas que dizer da memória


De uma bomba de napalm?



E o resto que pode ser


O poema dia a dia?


-Um bisturi a crescer


Nas coxas de uma judia;


Um filho que vai nascer


Parido por asfixia!?


-Ah não me venham dizer


Que é fonética a poesia!



Serei tudo o que disserem


Por temor ou negação:


Demagogo mau profeta


Falso médico ladrão


Prostituta proxeneta


Espoleta televisão.


Serei tudo o que disserem:


Poeta castrado não!

2 de mai de 2011

Será o mundo um lugar mais seguro agora?

Hoje acordei tarde, e por isso não vi as notícias da manhã. Quando liguei o rádio ouvi nas notícias do meio-dia que os EUA tinham morto Osama bin Laden.
Não posso dizer que festejei, mas também não fiquei triste. Este homem que foi o causador de milhares (senão mesmo milhões) de mortes por todo o mundo foi finalmente entregue à justiça divina.
Um pouco por todo o Mundo já se fizeram ouvir discursos emotivos ou pequenas declarações um pouco cautelosas. Na minha opinião, é um erro achar que o mundo é um lugar mais seguro apenas porque o chefe da Al-Qaeda morreu. Ele treinou muito bem os seus seguidores, e a luta contra o terrorismo ainda está no inicio.
Vamos sofrer as consequências desta morte. Até lá, uma palavra de conforto a todos os familiares e amigos das vítimas às mãos deste senhor.

1 de mai de 2011

Vamos ver quem poupa mais?


via

ConTextos - Diário de Bordo

Sei bem que as reflexões que fazemos sobre este blogue fazem-se todos os dias, mas nunca é de mais lembrar o quão interessante se tem tornado este blogue ao longo do tempo. Lembro-me que começámos em Dezembro de 2010 sendo que tivemos um tempo difícil, com apenas 19 postagens, depois tivemos Dezembro e Janeiro com 24 e 23 postagens respectivamente (também tempos um pouco em baixo). A partir de Fevereiro as coisas foram mudando até chegar a Abril com 44 excelentes postagens! E Maio? Pergutam vocês...pois Maio lá se vai construíndo.
Podemos ter o orgulho de contar com 6771, ou melhor, 6772 visitas quase tantas como o nosso, passo a citar: "arqui-rival". Podemos ter o orgulho de contar com mais de 15 contribuidores e com mais de 30 seguidores (registados), tanto professores como alunos.
E volto a refirir que podemos ter o orgulho de contar com um blogue cheio de sentimentos: de crónicas engraçadas, de lições de vida e de sociedade. Podemos contar com pessoas excelentes que escrevem e postam textos excelentes com valores, com emoções, com factos e com realidades. Podemos orgulhar-nos de sermos o blogue preferido (segundo o que me disseram em primeira pessoa e segundo o que temos escrito aqui) de muitas pessoas. Podemos contar com seguidores de outros blogues, de outras escolas até e que apesar de não comentarem seguem o nosso blogue assiduamente.
Após este breve recapitulamento, podemos dizer que este blogue é um blogue de gerações, de genealogia: a 1ª geração, a 2ª geração a 3ª e mesmo a 4ª geração de pessoas, de alunos, que escreveram e que postaram tantos e tão bons textos.
Enfim, agora o contador já vai pelos 6779...incrível! Bem, só quero pedir que continuemos a postar, que continuemos a encher e a enchermo-nos de interesses e de coisas interessantes e podemos ainda orgulhar-nos de contar com um blogue onde podemos contar com tudo isso e muito, muito mais e sempre em ConTexto.

Parabéns.

Quem não se lembra disto?



É sempre bom recordar a infância :)

Hilariante

Para As Nossas Mães

" Procurei as palavras do vocabulário que mais gosto, tanto pelo som como pelo própio significado e aquela que saltou logo foi MÃE, e bem, calhou, pois como hoje é o Dia da Mãe...
Só para dizer as nossas mães, que tenham um feliz dia e obrigado por tudo o que têm feito por nós!"

FELIZ DIA DA MÃE