25 de nov de 2011

Pausa kitkat

Hoje vou postar uma imagem um tanto atrevida mas que me impressionou bastante.
Quero que comentem e digam se deu certo. Pelo menos acertou na minha idade.

Add caption

Imagem do dia #19

P.s: Esta imagem merece destaque!

21 de nov de 2011

De todos nós, mais um pouco.

Todos nós somos humanos. Essa é a grande verdade, essa é a única qualidade que nos une na totalidade.
Todos nós merecemos carinho.
Todos nós merecemos amor.
Todos nós merecemos compreensão.
Todos nós merecemos ser ouvidos, merecemos reconhecimento, agradecimento.
Todos nós merecemos respeito.

Todos nós somos válidos: para pedir desculpas, para desculpar, para aceitar os outros, para argumentar.
Todos nós temos medo: da dor, da morte, dos outros...do que nos possam fazer, do que nos possam dizer.
Todos nós, somos únicos, temos personalidade, temos virtudes, temos defeitos - todos nós erramos, porque errar é humano.

Todos nós seremos pó do qual viemos, todos nós devemos cuidar-nos incondicionalmente.
Todos nós merecemos chorar.
Todos nós merecemos ficar zangados.
Todos nós merecemos escrever!
Todos nós precisamos de alguém e de todos nós mais um pouco vemos.

Não são necessárias datas, nem momentos escritos, nem palavras, para no fim lembrarmo-nos de que todos nós somos um povo.

20 de nov de 2011

Será?


"Se tu és gay, é pecado.
Se tu és bisexual, és confuso.
Se tu és muito magro, andas na droga.
Se tu és gordo, comes demais.
Se andas bem vestido, és rico.
Se tu andas mal vestido, és pobre.
Se tu dizes o que pensas, falas demais.
Se tu não dizes o que pensas, és falso.
Se tu choras, és dramático.
Se tu te ris muito, és tótó.
Se ela tem muitos amigos homens, é oferecida.
Se ele tem muitas amigas mulheres, é oferecido / machão."
Será que algum dia vamos viver num mundo sem rótulos?

Mais uma para reflectir

«Não há coisa que mais nos engane do que o nosso juízo.»
Leonardo Da Vinci

19 de nov de 2011

17 de nov de 2011

É coisa que se lhe diga...

Viver num buraco! Ora vejam:






A voz

Quem somos nós, povo sem voz que se deixa levar nesta eterna desdita.

Muito falámos, mas também pouco dizemos. Queremos nos fazer ouvir custe o que custar e pouco ou nada queremos ouvir dos outros.

Todos esperam falar perante um público e que este nos encha de ovações.

Mas um dia, quando nos levantamos pela manhã para reiniciar a nossa rotina de diálogos em que esperamos que alguém nos ouça, algo acontece, algo terrível acontece.

A voz falha, e quando a nossa voz falha deixamos de existir, deixamos de existir neste mundo ao qual mudos não conseguem se fazer ouvir.

É em silenciosos apelos que tentamos chamar a atenção de alguém, mas nada resulta.

Perante tal infortúnio, tentamos sobreviver, e é aí que entram as palavras. Se não poderei pronunciar-me terei de escrever. Escreverei tudo e mais alguma coisa, escreverei sobre mundo e o “nada”, e continuarei, continuarei a escrever até que as palavras me falhem, e se falharem…

Bem, isso já é outra história.


16 de nov de 2011

Nós somos..."Sal Terrae!" - Marco Histórico

Não sei se têm notado ou se pelo menos concordam de alguma forma comigo, mas o nosso blogue é uma analogia (nem a propósito...) perfeita das nossas aulas de português, de filosofia e de história. Passo a explicar:
Ora portanto temos vindo a estudar em português o conceito predicável, conceito esse que segundo consta Jesus disse aos pregadores: "Vos estis Sal Terrae" - "Vós sois o sal da Terra", "vós sois aqueles que espalham a doutrina ao povo"...desculpem se vos parece que estou a ser repetitivo e que não estou a dizer nada de novo mas agora entra a analogia: imaginem que os nossos pais, professores, os mais velhos em geral são o exemplo de autoridade como Jesus foi para os frades e padres (muitas vezes nos dizem: "vocês são o futuro do Mundo"), imaginem que nós (os "bloguers") somos então os pregadores com aquilo que escrevemos e imaginem por fim que o blogue é a nossa doutrina como a Bíblia está para os pregadores. Aquilo que escrevemos aqui ficará marcado naqueles que o lerem.
Não acham engraçado? E agora onde entra a parte da história? Meus amigo este blogue por si só é um marco histórico e será tomado assim por aqueles que no futuro, quando a crise tiver passado, quando o pó tiver assentado olharem para ele e o lerem, dirão: realmente, olhem só como estes jovens viveram, em que circunstâncias viveram, vejam como eles se questionavam, se insurgiam com as problemáticas do seu país! O ConTextos será um dos livros, será uma das fontes históricas onde muitos virão buscar o Conhecimento e a Razão e nós seremos os Iluministas do nosso tempo. ;)

Sobre as coisas que fazem parar o país (Ou como os portugueses se deixam levar pelo circo)

Seguindo o mote dado pela Natália, aproveito para demonstrar a minha opinião, ainda que modesta, sobre o tema. Acho que todos os portugueses têm a noção que o país está em crise, e a crise vem para ficar (e mesmo os que preferiam não saber, têm esta memória avivada em todo e qualquer serviço noticioso). Assim sendo, e para não variar, os portugueses param o país para assistir ao jogo da Selecção Nacional. Dir-me-ão vocês que precisamos de alguma coisa para nos distrair, mas então é bom que tenhamos a noção que pela vitória de ontem, e consecutivo apuramento no Europeu, a FPF encaixa a módica quantia de 8 milhões de euros. 
E mais engraçado, é ler declarações de jogadores e treinadores muito bem pagos (salários mensais que cifram valores absurdos, insultuosos para o comum do português) a dizer que querem apoiar Portugal. Ai querem? Então aqui vai o desafio à Federação: esse dinheiro deve ser doado para pagar parte dos subsídios de Natal dos portugueses, boa?
Bonito de observar, também, foi a vingança que os portugueses fizeram, no momento do hino do Bósnia. Os portugueses, povo tão conformado, talvez até inanimado, conseguiu impor-se. No entanto, e enquanto o Estado nos "come" a todos ( «A primeira coisa que me desedifica, peixes, de vós, é que vos comeis uns aos outros। Grande escândalo é este, mas a circunstância o faz ainda maior। Não só vos comeis uns aos outros, senão que os grandes comem os pequenos. Se fora pelo contrário, era menos mal. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande. (…)» Padre António Vieira) os portugueses ficam muito calmamente no sofá, e ainda sentem orgulho em ser um povo respeitador. Meu povo, nós somos como os romanos, e não vemos que nos falta pão, enquanto eles nos distraem com circo. Mas rejubilem de alegria, pois no futebol ninguém nos dá baile. A troika não importa, agora cala-te e vê, vê porque vamos marcar mais um!

Parabéns ;)

Ontem, Portugal venceu a Bósnia por 6-2 e confirmou o apuramento para a fase final do Euro 2012. No fim do jogo, jogadores e adeptos festejaram cantando o Hino Nacional.




Mais do que um jogo, mais do que os 6 golos, foi a emoção sentida.





PARABÉNS PORTUGAL!

15 de nov de 2011

e escrever título também é cliché.

Gosto de perguntas que exigem uma resposta completa, de preferência com justificação. Ninguém gosta daquelas perguntas fúteis, só para sabermos da vida que não é a nossa e não nos pertence. A interrogação é uma instituição, e todo o misticismo que a envolve deve ser respeitado. Tudo isto para dizer que odeio clichés, quer nas perguntas, quer nas respostas. Demasiado óbvios, demasiado usados, totalmente desnecessários.

Poll: «Desfazer a União Europeia?»

Portanto, eis que chegamos a mais uma conclusão relativamente ao poll proposto.
Os resultados são:

SIM - 80% da votação (17 pessoas)

NÃO - 19% da votação (4 pessoas)

Atendendo aos resultados, podemos constatar que o desejo para que a União Europeia se desfaça é bastante. De qualquer forma, quer se mantenha esta instituição ou não, quer Portugal saia ou não, é necessário lembrarmo-nos sempre de que são os jovens que decidem o futuro de cada nação e são os jovens que têm o poder para por esse futuro em marcha. Nada está perdido.

13 de nov de 2011

Que sooonooooo.....



História

Valentes pessoas
Aquelas que no presente
Não cometem os erros do passado.
A História os tem explicado
A História lhes ensinou.

Coitados de aqueles
Que pensam
Que a História
É uma velha indefesa
Que ficou lá no passado.
Coitados, eles não sabem
Que a História os pôs
Onde estão.

Quem seríamos agora
Se a História não nos
Arquivasse?
Que seríamos nesta
Altura, se sem ela
O mundo povoasse?

Ciência, um pouco.
Vivência, total.
Sucessão de sucessos
Sucedidos, na sociedade.

Esta é a História,
Esta é a nossa memória.
Esta é a prova de toda
E qualquer realidade.

12 de nov de 2011

GERAÇÃO DO BASTA!



Porque já tive orgulho da expressão "Geração à Rasca" e das suas manifestações de revolta capazes de reunir milhares. Porque achei que esta geração até era capaz de se desenrascar, era capaz de sair do sofá, ir à Assembleia e lutar pelos direitos! Mas mudou o partido que estava no governo, seguem-se uns aos outros, e o resultado é sempre o mesmo: o povo é que paga! O povo está a deixar que façam deles o que querem, deixam-se ser subservientes, demasiado acríticos, totalmente serviçais! Seja com Marchas de Indignados, seja com greves, eles continuam em força a assassinar o nosso bolso. E o Futuro somos nós, dizem eles. O Futuro é o sobrar do nosso país, que está a ser denegrido e destruído pela classe política. Eu sou da GERAÇÃO DO BASTA, basta de comodismo, basta de conformismo, basta disto tudo!


Imagem do dia #17


11 de nov de 2011

A vida

A vida é uma oportunidade, aproveita-a.
A vida é beleza, admira-a.
A vida é beatificação, saboreia-a.
A vida é um sonho, torna-o realidade.
A vida é um desafio, enfrenta-o.
A vida é um jogo, joga-o.
A vida é preciosa, cuida-a.
A vida é riqueza, conserva-a.
A vida é amor, goza-a.
A vida é um mistério, desvela-o.
A vida é promessa, cumpre-a.
A vida é tristeza, supera-a.
A vida é um hino, canta-o.
A vida é um combate, aceita-o.
A vida é tragédia, domina-a.
A vida é aventura, afronta-a.
A vida é felicidade, merece-a.
A vida é a vida, defende-a.


                                                                                                                     Madre Teresa de Calcutá

Qual é o melhor dia para casar?

"Noivos asiáticos correm para casar no 11/11/11, considerado dia de sorte."

China celebra a recente tradição (desde 1990) do guanggunjie (dia dos solteiros).
Asiáticos acreditam que esta data é a garantia de um futuro feliz.
Milhares de casais programaram o seu casamento neste 11 de Novembro de 2011 em todo o continente asiático.
Mais de 400 noivos correram para ser os primeiros a assinar a certidão de casamento. Alguns chegaram de madrugada para esperar a abertura dos portões.
Assim, a festa iniciou-se às 2h da manhã e terminará ás 23h59 deste dia.

10 de nov de 2011


Choramos, rimos, gritamos, mas lutamos. Lutamos, lutamos, lutamos(...) e esperamos. A vitória há-de chegar.
No meio da tristeza, existe uma altura em que temos consciência do valor que temos perante a vida, sentindo por isso que somos mais fortes que a tristeza e que podemos e conseguimos lutar contra ela.

9 de nov de 2011

Pensamento do Dia

«Não há comparação entre o que se perde por fracassar e o que se perde por nem sequer tentar».

Francis Bacon

Cão é condenado à morte por apedrejamento

Um tribunal rabínico de Jerusalém condenou à morte por apedrejamento um cão, por suspeitar que este é a reencarnação de um advogado que insultou juízes do tribunal.
A suspeita teria iniciado quando o cão foi ao tribunal de Assuntos Monetários, em um bairro ultra-ortodoxo judaico de Mea Shearin, em Jerusalém. Apesar de inúmeras tentativas para tirar o animal do local, o cão se recusou a sair.
Um dos juízes presentes, ao ver a cena, lembrou-se do caso de um advogado secularista que teria ofendido o tribunal 20 anos atrás e acabou sendo "amaldiçoado" pelos magistrados com a "praga" de que o espírito de um cachorro tomasse seu corpo, e concluiu que o animal que invadiu o recinto era aquele advogado.
Um funcionário, que não quis se identificar, disse que o apedrejamento foi ordenado pelos rabinos por causa do desconforto que o cachorro havia causado. Acrescentou que os rabinos não emitiram uma sentença formal, mas ordenaram que as crianças que estavam fora do tribunal o apedrejassem. "Eles não viram isso como crueldade com animais, mas como uma maneira apropriada de se vingar do espírito que havia entrado no pobre animal", disse o funcionário.
O cachorro conseguiu fugir.
A organização do bem-estar animal, ‘Lef the Animals Live’, apresentou uma queixa na polícia contra o presidente do tribunal, o rabino Avrahan Dov Levin, que negou a condenação de apedrejamento.

Noticia retirada daqui .

Imagem do dia #16

6 de nov de 2011

Imagem do dia #15


Imagem do dia #14

Eu pergunto-me, quem irá a essa pastelaria?

Pensamento do dia

"Às vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa... E descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais."
Bob Marley

Ora vão lá espreitar...

Inspirada em Jojo, autora do blog  Um ano sem Zara, uma blogueira portuguesa, encara o desafio também de passar 365 dias sem comprar qualquer roupa, sapatos, malas e acessórios, com uma única excepção: o vestido que irá usar no dia do seu casamento, no próximo ano; e postar todos os dias o outfit com que sai para trabalhar, ou outro compromisso. Todos estes outfit serão feitos apenas com a roupa que ela acumulou ao longo dos anos, quando era uma shopaholic.
Será esta uma maneira de poupar dinheiro e superar a crise, ou utilizar toda a roupa que se adquire?
Vale a pena passar lá The Shopping Diet.

5 de nov de 2011

Pensamento do dia


"Para mim, sábio não é aquele que proclama palavras de sabedoria, mas sim aquele que demonstra sabedoria em seus actos."
São Gregório

Há com cada um #3

As melhores frases dos Clientes… (Centro de Atendimento ZON TVCABO)
- " A minha mulher não saiu de casa à espera que a viessem montar!"
- "O senhor tem computador?"
- "Tenho sim... tá ao fundo da escada! É o da água ou o da luz?"
Uma cliente: "Atão vieram cá montar a minha vizinha de cima e não me montaram a mim porquê ?!"
"Era só para dar o número do pib para descontar no banco."
­­­­­­­­ Uma cliente: "Era só para dizer que já me montaram... Aliás, acabaram mesmo agora de me montar, e por acaso fiquei muito satisfeita... fiquei mesmo, o que é foram-se logo embora sem me sintonizar os canais..."
Uma cliente: "Pois ... realmente montaram-me lá em cima e depois montaram-me em baixo e quanto a isso tudo bem. Só não gostei foi que me riscassem o chão todo!!!"
Assistente: "Desligue e ligue a powerbox e já deve ficar a funcionar "
Cliente: "Já fiz e não dá nada !"
Assistente : "Depois de ligar a powerbox, que luzes é que tem acesas ?"
Cliente: A da sala e a da cozinha, porquê, faz interferência?"
Olhe, só liguei para dizer que se alguém me ligar pode deixar mensagem, porque agora vou desligar o telemóvel.
Não tenho fax, eu quero é que me envie um fax por carta.
Assistente: A senhora deverá ligar o número do serviço para ouvir as suas mensagens.
Cliente: Ligo para esse número e peço para falar com quem?
[dificuldade em captar rede]
Assistente: Experimente retirar a antena e voltar a colocá-la.
Cliente: Nem pensar! A antena vem agarrada e depois parto isto tudo... Dava cabo da minha vida.
Cliente: Que quer dizer isto... chamadas de emergência?
Assistente: Significa que o telemóvel da senhora não tem rede neste momento
e só pode fazer chamadas de emergência.
Cliente: Ai, que alívio! Pensei que era para ligar para o Hospital. Estava aflita a pensar quem é que estaria nas emergências.
Cliente: Estou aqui com um problema no meu telemóvel...
Assistente: Qual é exactamente a situação?
Cliente: É que não me lembro do ping e o que é pior é que perdi o pum...

Pensamento do dia

"Difícil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama. Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer."
Bob Marley

4 de nov de 2011

é simples


Há palavras simples, muito simples, que as pessoas complicam. Há pessoas que parecem complicadas mas que na realidade não têm ciência. Há umas formas de dizer bem as coisas e outras coisas de nem sequer as pronunciar de forma alguma. Há problemas complicados que as pessoas simplificam, há momentos bons que as pessoas complicam, há pessoas complicadas que não se simplificam e há outras mal-educadas que ninguém as contraria.

3 de nov de 2011

Pensamento do dia

"Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direcção."
Antoine de Saint-Exupéry

1 de nov de 2011

A propósito...(da oração)


Ave Matemática
Cheia de teorias e definições
Maldita sois vós entre as disciplinas
Benditos os alunos que adormecem nas aulas
Santa Matemática
Mãe das negativas
Rezai pelas nossas cábulas
Agora e na hora dos testes
Ámen!