14 de abr de 2012

"Ás vezes acreditar nas coisas não as tornam possíveis, só te prendem numa história sem futuro. Hoje, pra conjugar o verbo acreditar na primeira pessoa do singular, tem que valer muito a pena e ser por mim, por mais ninguém."

Um comentário:

DavidPampillo disse...

É verdade ;) *****