28 de fev de 2012

Pensamento do Dia


Tu, que para esse céu aí partiste e em triste pranto me deixaste sem apenas hora para te amar, não duvides: dir-te-ei a todo o tempo, no mais claro ou no mais cinzento, o gigante amor que te retenho.

P.N.*