17 de abr de 2011

Sou metaleira, so what?

Eu adoro ouvir música. Sinceramente acho que se não existisse música o mundo seria bem triste.
Grande parte dos meus amigos ouve músicas do género POP ou POP/ROCK, e eu ouço sem problemas esses géneros de música porque eu até gosto bastante. Quem não gosta da "Grenade" ou "Just the way you are" do Bruno Mars, ou da "Firework" da Katy Perry? Mas, quando se trata de ouvir o meu género preferido de música, bem, aí já é outra conversa. Eu ouço Rock, mas nesse grupo ouço principalmente o Metal, são os meus géneros preferidos. Muita gente acha que é só músicas em que os cantores "berram" por isso vou explicar a minha escolha.
O Metal é um estilo de música muito peculiar, a maior parte das músicas os cantores fazem Vocal Gutural, vou explicar, gutural é uma técnica vocal no qual obtemos um som rouco, grave ou profundo, outros utilizam Drive Vocal no qual o som sai mais limpo que no Gutural. Os que têm a proeza de produzir estes sons se não os fizerem correctamente podem ficar com graves problemas vocais. Continuando, a razão que me levou a gostar do Metal foram as letras das música, a verdade " crua e fria" das palavras. É como se a poesia estivesse presente na música, ao contrário de músicas com por exemplo "Umbrella"(Guarda-chuva) e que são êxitos apesar de o assunto abordado não ter nenhum interesse mas toda a gente gostar devido à sua boa batida. Acredito que caso a Lady Gaga faça uma música com uma receita de bolo mármore a música tornar-se-ia um sucesso de vendas.
O Metal aborda temas como a morte, o sexo, o holocausto muclear e trágedias românticas.
O Metal é um "mundo alternativo" que têm nomes próprios que distingue os metaleiros dos outros como o cabelo, a roupa, personalidades,etc...
O Metal ou correctamente dizendo o Heavy Metal é para todas as horas do dia, não serve só para dançar. Ouço-a quando estou contente, quando quero dançar, quando estou triste, e até quando estou enervada a ponto de querer bater em alguém.
Nós os metaleiros, não somos uns arruaceiros violentos como dizem. Somos bastante sociáveis e em todos os concertos existe moches. É assim que somos e é assim que continuaremos a ser.


Lembrem-se o Heavy Metal não é só um género de música e sim um "Estilo de Vida".



8 comentários:

marianapereira disse...

adorei o texto!
a verdade é que as pessoas são mesmo muito preconceituosas, vêm os metaleiros (e tenho que dizer que este nome é genial :p) como criminosos e bárbaros.
é triste, mas é a sociedade que temos e é preciso que haja um "open eyes" para que vejam que há muito para além do comercial !

Cristina Fitas disse...

tentei explicar o melhor possível o porque de ter escolhido o Metal e para de um certo modo não julgarem este estilo sem o conhecerem :D

DavidPampillo disse...

cristina eu por acaso não sou muito apreciador desse tipo de música, mas sem dúvida e não ponho de parte que cada um é como cada qual e que a música é para isso mesmo: há tantos estilos diferentes para que possam existir várias escolhas diferentes também.
Por isso se o teu estilo é metal, punk rock, folk,elektro...qualquer um deves mantê-lo firme e com orgulho, porque é esse estilo outro componente que contribui a tua personalidade e que faz de ti o que tu és! ;)

Natália Granja disse...

Gostei :)
Antes de se criticar o genero de musica, deve-se conhecer. Sou mais apreciadora de rock e outros estilos, e não muito de metal, mas ouço.
Gosto de ouvir um pouco de tudo, pois assim sabemos sempre dar a nossa opiniao quanto a todos os generos de musica ;)

silviafreitas. disse...

Tudo dito Cristina !

Vera disse...

Disses-te tudo cristina. É que nem consigo dizer mais nada, gostei bastante.
Slipknot, snuff. Boa escolha. Não é uma música de "berros" como dizem.., é mais calma, mais sentida.
E realmente uma das razões mais fortes para não optarmos pelo "pop" é mesmo as letras de musicas. São realistas, fortes,.. não são nada que falem de guarda chuvas ou receitas de bolo!
Claro que é tudo uma questão de respeitar gostos, e é isso que me irrita porque as pessoas não sabem respeitar gostos. Pessoas que não gostam de heavym dizem por aí que é tudo horrivel. É tudo horrivel, para elas. Porque para quem gosta é o som mais fenomenal que existe. No music, no life :)

Cristina Fitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristina Fitas disse...

Obrigado :D