17 de abr de 2011

(Estritamente) Diplomático

Afinal todos nós alguma vez na vida tivemos uma reacção inesperada a determinada situação, fizemos algumas escolhas e tomámos decisões sem olhar a terceiros. A nossa ambição consumia a nossa perspectiva e deslocava a nossa maneira racional de ver as coisas. O nosso raciocínio turvava-se e chegamos a um beco, não túneis, não estradas para caminhar, mas um beco: um muro branco e sem saída.

E por falar em terceiros, e pela parte que me toca, as nossas relações com os outros crescem na mesma medida em que reforçamos os nossos conhecimentos sobre as coisas e colocamos a nossa ignorância de parte. Olhamos para os outros com algum cepticismo mas acabamos por entender.


Ora, a minha maior ambição e chegar a ser diplomata, mas diplomata não só no sentido profissional, aquele indivíduo que representa uma determinada nação ou instituição de poder, mas no sentido pessoal: socializar cordialmente com os outros, estreitar as nossas ligações, empreender novos caminhos com outras culturas e não colocar as nossas opiniões por cima dos outros.


2 comentários:

Cristina Fitas disse...

Gostei.
Tens razão, às vezes agimos sem medir as consequências o que pode se tornar um erro fatal.
A tua postura e forma de falar demonstra o quando queres e gostas de socializar com os outros e conhecer novas coisas. Continua como és David porque és uma pessoa com um bom coração.

DavidPampillo disse...

Muito obrigado Cristina, obrigado ;)