12 de mar de 2011

não somos uma geração "rasca", somos uma geração à rasca



Olá, eu sou a Mariana, tenho 15 anos, e sou portuguesa. Sou de um país cujo povo se orgulha de dizer que provocou uma mudança da regime, que bastou organizarem-se para depor Salazar, e com a Revolta dos Cravos tornar o nosso país democrático.
Passado este tempo todo, eu pergunto-me como é que um espírito tão inconformado se abateu?
O nosso país está nas ruas da amargura, estamos a viver uma crise muito grave, não há emprego, não há dinheiro, não há esperança que sobreviva neste nosso país à beira-mar plantado.
No entanto, não há grande revolta. Toda a gente solta um tímido “isto vai de mal a pior” ou um medroso “a culpa é de quem os pôs lá, no governo.”, mas o que é certo é que não passa disto.
Precisamos de um novo Zeca Afonso, precisamos de perder as estribeiras, precisamos de revolta minha gente! Acham que é com lamúrias que vamos lá? Não é, mas durante muito tempo ninguém fez nada. Na Grécia, um país que também não está muito melhor que nós, as pessoas saem à rua, fazem greves, mostram o que sentem, mostram a revolta e o desagrado para com aqueles que lhes andam a lixar a vida.
Olá, eu sou a Mariana e sou portuguesa. Quero tirar um curso superior de Direito e dentro de 12 trabalhar por conta própria como advogada, ou então ser juíza. Mas sinceramente, duvido que aconteça. Não porque não seja capaz, mas sim porque este país não mo permite.
Sim, porque eu também vou fazer parte da GERAÇÃO À RASCA, para minha tristeza. Finalmente alguém se decidiu a ganhar coragem e gritar mais alto aquilo que todos pensamos. Bastou divulgar a manifestação, que logo milhares se juntaram a esta causa. Sinto orgulho por este país ter jovens adultos que não foram contaminados com o vírus do conformismo, da passividade.
Precisamos de gritos de guerra, de revolta, precisamos de reanimar o espírito empreendedor e aventureiro dos Descobrimentos, a coragem do 25 de Abril, a tecnologia da actualidade.
VAMOS MOSTRAR QUE TAMBÉM TEMOS VALOR, SOMOS O “OUTRO VALOR MAIS ALTO (QUE AGORA) SE ALEVANTA” ! 

3 comentários:

DavidPampillo disse...

sem dúvida :/

Brunaa disse...

Gostei deste post, mas ainda mais do blog... já tou a seguir, segues o meu?

IsabelJuncalP disse...

sim, se não houver um jovem que decida levantar o rabo da cadeira e "gritar", ninguém o vai fazer por nós!