20 de nov de 2010

A Minha Recomendação - A Viagem do Elefante






Como sabem, José Saramago foi um dos maiores escritores de Portugal. E com “um dos maiores” quero dizer que foi um dos escritores que mais difundiu a Língua Portuguesa pelo mundo através das suas mais variadas obras. E apesar de ter sido uma figura controversa e polémica, soube sempre defender, à sua maneira, a língua com a qual carimbava as suas obras.

Com uma forma de escrever muito característica, como sempre, escreveu uma das suas últimas obras, “A Viagem do Elefante”.

Tal como diz o título, é uma autêntica viagem. Desde que se começa a ler o livro podemos avistar que será uma grande viagem pela imaginação do autor.

Por volta do século XVI o rei D. João III ofereceu a seu primo, o duque Maximiliano de Áustria, genro do imperador Carlos V, um elefante indiano que há dois anos se encontrava em Belém, vindo da Índia.

Dessa oferta não há muitas testemunhas mas ainda se encontraram algumas. Isso em junção com a imaginação poderosa do escritor, com a sua ironia e sarcasmo patente quase cómicos e com as suas marcas da lucidez implacável, podemos apreciar uma obra que nos levará numa verdadeira viagem por tempos que já lá vão de forma fictícia como ele os cria mas com algum peso de realidade.

“O elefante morreu quase dois anos depois, outra vez no inverno (…) A causa da morte não chegou a ser conhecida, ainda não era tempo de análises de sangue, radiografias do tórax, endoscopias, ressonâncias magnéticas e outras observações que hoje são o pão de cada dia para os humanos, não tanto para os animais, que simplesmente morrem sem uma enfermeira que lhes ponha a mão na testa.”

É um livro que fará sem dúvida rir e pensar aquele que o ler por prazer. Recomendo-o desta forma.

“Sempre chegamos ao sítio aonde nos esperam”

José Saramago.

Nenhum comentário: