1 de fev de 2012

Nós começámos isto, agora está na altura de acabar!

   Olá a todos. Hoje é a minha estreia como membro da rubrica +Pessoa. E para esta estreia decidi trazer-vos um tema que não costuma ser muito discutido pela nossa sociedade mas que todos nós conhecemos e que, de um modo geral, faz parte do dia-a-dia de praticamente todos nós. Ou seja, o consumismo


   Quase de certeza que tu adoras ir às compras, sejam elas de roupa, acessórios, aparelhos eletrónicos e muitas outras coisas. Normalmente este assunto é associado às mulheres, em grande parte devido aos valores que nos são transmitidos pela comunicação social, a imprensa. Mas quem pensa que o consumismo é algo que só afeta as mulheres está muito enganado. Todos nós somos vítimas do consumo exagerado de produtos que não nos são essenciais. E podes estar a pensar "E qual é o mal? Isso só acata problemas para a minha carteira!". O mal é que o consumismo tem impactos negativos em diversas áreas. Sendo que o mais grave, na minha opinião, é o facto de prejudicar e muito o meio ambiente. Isto pois, na procura de uma maior produção e criação de mercadorias para satisfazer a sociedade consumista, os países e as empresas contribuem para um grande desgaste de recursos (seja na extração de matéria prima para produzi-las ou no consumo de energia), além de que, mais tarde esses produtos virarão desperdícios e, consequentemente, haverá mais lixo no nosso planeta. 

   Cada vez mais o consumismo inunda nações por todo mundo e é necessário por um fim a esta lenta destruição do nosso planeta. E tu podes ajudar nisso, tomando atitudes mais responsáveis em relação ao que compras. Para isso basta fazer pequenas ações, como fazeres um planeamento das coisas que precisas de comprar, evitares a compra impulsiva, evitar o gasto desnecessário de recursos como água e eletricidade (através de eletrodomésticos amigos do ambiente, ...). 


A escolha é tua, TU podes mudar isto! Tu podes ser +PESSOA!

(Qualquer pergunta que queiras fazer não hesites em enviar-nos um email para: mpessoa.contextos@gmail.com)
Até à próxima publicação!

7 comentários:

DavidPampillo disse...

Muito bem muito bem, o único problema é para as nossas colegas da Rubrica de um Guarda-Roupa ahahahahaha estou a brincar :D

IsabelJuncalP disse...

tens razão, joão pedro! é urgente alterarmos alguns dos nossos hábitos!

SusanaPinto disse...

gostei, nós somos mesmo um povo muito consumista :p

João Pedro disse...

David, as colega da rubrica do guarda-roupa que dêem conselhos que incentivem o não-consumismo!
É verdade Susana, e cada vez caminhámos para pior...

Cristina Fitas disse...

Já somos consumistas de nascença, já não consigo lutar contra isso, mas podemos controlar.
Meninas da rubrica de moda cuidado têm aqui um adversário :D

silviafreitas. disse...

Toda a gente é consumista, uns mais, uns menos. Mas no que respeita á moda, não precisamos de comprar lojas inteiras, podemos modificar grande parte do nosso guarda roupa. Em breve sairão dicas de DIY (do it yourself)

João Pedro disse...

Nascemos consumistas por somos criados por uma sociedade consumistas, são os valores que nos incutam. A mudança depende sempre de nós Cristina e é sempre possível.
E em relação à moda, é sempre possível esta estar em balança com o não-consumismo, e com certeza veremos isso na rubrica do guarda-roupa. E eu não sou nenhum adversário da rubrica de moda, não me difamem. :b