30 de jan de 2012

Blogsport

Na minha primeira publicação irei falar sobre a notícia mais recente do endividamento do Sporting, o resultado Portista e o reconhecimento do grande clube da Luz.

O endividamento do SCP vem de encontro com os resultados que tem obtido. O 4º lugar da liga com 32 pontos e a sua série de maus resultados que apenas terminou na última jornada. O clube que é considerado como o 3º melhor português neste momento luta para conquistar esse lugar que me parece que já foi conquistado pelo SCBraga. Os maus resultados e a notícia de uma ‘falência técnica’ devido a uma dívida de 276milhões de euros tornam cada vez mais o SCP um clube fragilizado e vem a mostrar que apenas existem dois grandes clubes portugueses no que diz respeito ao futebol.






Outro assunto que foi bastante noticiado esta semana foi a derrota do FCP com o Gil Vicente e sobre este assunto não tenho muito a dizer, prefiro subscrever as palavras de José António Saraiva na sua crónica no jornal record: ‘A derrota do FC Porto em Barcelos constituiu uma lição para muita gente. Depois das dificuldades do Benfica para vencer o Gil Vicente na Luz, alguns portistas diziam arrogantemente que o Gil tinha dado “um banho de bola” ao Benfica. Simultaneamente, os comentadores afetos ao Porto diziam que o seu clube tinha feito contra o Guimarães um dos melhores jogos da época, querendo convencer-se a si próprios de que, sem Hulk, o FC Porto ainda podia ser mais forte.’






Para concluir a rubrica desta semana resta-me falar sobre os resultados da Federação Internacional de História e Estatística, que mostra, para aqueles que ainda tinham dúvidas que o Sport Lisboa e Benfica continua a ser o melhor representante português. O emblema da Luz ocupa o nono lugar no ranking mundial, sendo este liderado pelo Barcelona, seguido do Real Madrid e do Vélez Sarsfield, respectivamente. Mostrando assim que Portugal não está apenas nos primeiros lugares na taxa de desemprego Europeu, e que em Portugal ainda existem grandes marcas como o SLB que merecem o reconhecimento mundial.








Um comentário: