6 de out de 2011

Nota para um deus qualquer

“Que nos mantenha a esperança. Isso lhe peço. O fogo e a coragem, o equilíbrio em nós próprios, a nossa fé, só nossa. A nossa caridade para com os outros, a nossa bondade para com todos. Que nos escute agora, e não só quando necessitamos. Que não nos divida numa religião que cada um professe. Que não nos falte a companhia, para afastar a solidão.
Que nos mantenha no cuidado, que nos eleve à glória, que nos mostre os significados de todas as palavras tortas. Que nos anime quando em baixo. Que nos liberte quando enclausurados. Que nos relembre para estarmos atentos, na nossa vida, no nosso dia-a-dia. Que não nos deixe.
Que fixe esta nota, não para um deus soberano, estabelecido, mas para um qualquer que seja bom e que nos proteja a todos.”

Nenhum comentário: