30 de out de 2011


Nós somos o que fazemos.
O que não se faz, não existe.  
Portanto, só existimos nos dias que fazemos.  
Nos dias em que não fazemos, apenas duramos

Padre António Vieira 

Um comentário:

Bárbara Silva disse...

- creme assim ponho sempre :)