16 de jul de 2011

Preocupa-me

Preocupa-me a falta de honra, de lealdade, de princípios e de amizade.
Preocupa-me a negligência com os idosos, os maus tratos às mulheres, os abusos às crianças e a crueldade com os animais.
Preocupa-me a guerra, a fome e a ira, a falta de motivação e a excessiva ambição.
Preocupa-me a falta de liberdade, a censura, a hipocrisia e a incerteza.
Preocupa-me a escravidão - que ainda existe - e a falta de amor-próprio.
Preocupam-me as doenças, a poluição, a contaminação e o aquecimento global.
Procupa-me a falta de coragem, de simpatia, de amor, de coração.
Preocupam-me as mentiras e também as verdades, uma contradição.
Preocupa-me o oportunismo, a coscuvilhice e o maldizer.
Preocupa-me a injúria, a calúnia, a difamação e a corrupção.
Preocupam-me os murmúrios, as catástrofes e a perturbação.
Preocupam-me o extremismo e o radicalismo pela Religião e de isto um terrorismo até à exaustão.
Preocupa-me o despotismo, a violência e a pobreza.
Preocupa-me o racismo, a descriminação, a segregação, o sexismo, a disparidade e a manipulação.
Preocupa-me o tráfico de drogas, de armas, de influências, de orgãos e de pessoas.
Preocupa-me o mal que todo é feito, os silêncios, todo o medo.
Preocupa-me que não haja alegria, apenas lágrimas de sofrimento.
Preocupa-me que não sejam respeitados os direitos pelos próprios Homens criados que devem definir cada nação, sejam eles das crianças, do Homem ou qualquer organização.
Preocupa-me a tristeza e só a tristeza já basta como preocupação. Um quadro de um mundo sem expressão.
E eu espero, que neste mundo, nesta ou na próxima geração, nasçam outros que acabem com toda esta aflição.

E a vocês, que vos preocupa?

2 comentários:

Natália Granja disse...

Totalmente de acordo :)
Preocupa-me isso tudo e acrescento ainda mais a desvalorização dos animais e a fraqueza das pessoas (em termos de personalidade).

DavidPampillo disse...

pois é :/