4 de mar de 2011

O DESCONCERTO DO MUNDO

Os bons vi sempre passar
No mundo graves tormentos;
E, para mais me espantar,
Os maus vi sempre nadar
Em mar de contentamentos.
Cuidando alcançar assim
O bem tão mal ordenado,
Fui mau, mas fui castigado.
Assim que, só para mim,
Anda o mundo concertado.

Camões


5 comentários:

marianapereira disse...

grande pensamento!
de facto, à nossa volta vemos tantas injustiças. Quem faz tudo correcto ainda sai prejudicado e quem faz as asneiras sai como que impune e ainda mostra um sorriso irónico.
enfim, o que nós precisamos é de uma revolução, uma revolta a sério.
Que voltem os tempos de escárnio e mal dizer, mas acima de tudo, que se acabe com esta palhaçada toda!
Queremos uma sociedade a sério, queremos justiça a sério!
Merecemos, não ?!

silviafreitas. disse...

Concordo mariana, faz-me lembrar algo isto...

marianapereira disse...

ai, esqueci-me de escrever que "qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência"
(a)

DavidPampillo disse...

Amiga Sónia...que posso dizer? só para começar adorei o poema que decidiste partilhar, obrigado. :D

Marta Senra disse...

"Cuidando alcançar assim
O bem tão mal ordenado,
Fui mau, mas fui castigado.
Assim que, só para mim,
Anda o mundo concertado." Isto diz tudo!