30 de jan de 2011

Redes Sociais




        Provavelmente, 99% das pessoas que lêem ou participam neste blogue, fazem parte de uma qualquer rede social, seja ela Facebook, MSN, Twitter, etc. E digo isto porque recentemente eu também me estreei um "facebooker" e foi com grande espanto que notei o quão viciante é.
       Tudo começa com os amigos: "Não tens Facebook??", "Em que século vives?!", "Toda a gente tem..." e sempre fui do tipo: "Só tenho o MSN, nada mais!", mas a pouco e pouco vamo-nos tornando, quase involuntariamente, um outro constituinte desse grande maciço que são as redes sociais. Diga-se o que se disser, haverá uma altura na qual nos tornaremos também os inúmeros alicerces que suportam esta grande "Aldeia Global".
        Este fenómeno sempre crescente da globalização, em grande parte, se atribui a pluralidade de redes sociais. São elas que conectam uma pessoa que esteja na África do Sul, como no Japão até ao Canadá.
      Todavia, é preciso ter consciência dos perigos que podem advir das redes sociais e ter em atenção a transmissão deliberada dos contactos e outras informações pessoais. É preciso saber também, que pessoas conhecemos ou desconhecemos e quais permitimos que visionem o nosso chamado "Perfil".
       Mas podemos dizer, alegremente, que as redes sociais são de facto algo bastante bom pois permitem-nos fortalecer as nossas amizades e laços "sociais", dá-nos a conhecer o corrente do mundo e injectá-nos compulsivamente aqueles "fofoquices" que há que saber descartar.
      Por isso, sou da opinião que as redes sociais são cada vez mais sufocantes e é preciso todo um curso intensivo e um dicionário para saber como trabalhar nelas e quantas existem. Mas podemos fazer delas coisas boas com certeza, como tudo é preciso saber dar-lhes uso.


David Pampillo

3 comentários:

IsabelJuncalP disse...

tal como tudo na vida, as redes sociais têm o seu lado bom e o menos bom.

nós, jovens e adultos, temos que aprender a utilizá-las correctamente para se tornarem numa vantagem e não numa fonte de perigo!

divirtam-se, mas com cuidado :)

SusanaPinto disse...

concordo david e isabel.....


as vossas palavras sao verdadeiras !

kristina fitas disse...

Já estás adicionado no facebook.
Eu também dizia que não criava facebook mas já o tenho desde a bastante tempo quando reparei que amigos da suiça com quem pouco falava tinham um, criei e agora não consigo largar